Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Estátua furtada dos Jardins vira celebridade na Paulista

Pessoas fazem fila em frente ao Conjunto Nacional para fotografar a Mônica do artista plástico Lobo

Por Nataly Costa Atualizado em 5 dez 2016, 15h26 - Publicado em 22 nov 2013, 12h22

Uma das estátuas da Mônica Parade virou celebridade. A Mônica Pop 50, criada pelo artista plástico paulistano Lobo e furtada da Rua Oscar Freire no último dia 8, agora gera fila de curiosos na Avenida Paulista, onde foi recolocada após ser encontrada. 

O registro é de um amigo do artista, mas Lobo conta que também esteve em frente ao Conjunto Nacional no último domingo (17) para prestigiar sua boneca. “Fui até a Paulista ver a Mônica, e olha o sucesso dela agora”, disse. 

+ Estou torcendo para ela voltar, diz Lobo

+ Sequestro da Mônica intriga frequentadores da Oscar Freire

A estátua, de 1,60 metro, foi furtada na madrugada que antecedeu o início da exposição e encontrada uma semana depois em uma rua deserta de Guarulhos, na Grande São Paulo. Depois de alguns repararos (o coelho Sansão estava quebrado), organização do evento optou por colocar a estátua em um lugar com mais visibilidade, na Avenida Paulista. Outra Mônica também foi “atacada” nos Jardins: a escultura da Rua Bela Cintra, esquina com a Alameda Tietê, teve o Sansão roubado na terça-feira (19). 

Continua após a publicidade

Publicidade