Ministro de Bolsonaro explica notas baixas na USP: ‘depressão e acidente’

Boletim dos três primeiros semestres de graduação de Abraham Weintraub, a frente da pasta de Educação, circulou nas redes sociais

Após ter o boletim com notas baixas no tempo em que estudava na graduação da USP divulgado nas redes sociais, o ministro da Educação Abraham Weintraub, usou seu twitter nesta sexta (3), para justificar o baixo desempenho acadêmico exibido nos documentos.

Na gravação, ele explica que a vida nos três primeiros períodos em que estudou Ciências Econômicas na Universidade de São Paulo (USP), foram um “inferno”. “Meus pais se separaram, o teve o plano Collor, minha família se desmanchou, eu tive depressão, e sofri um acidente horroroso, tive que colocar parafuso no braço, fiquei seis meses sem poder escrever e só teve um professor que me deixou fazer prova oral”, disse.

Na sequência, ele exibe uma cicatriz de quinze centímetros no braço. Ele ainda diz que a obtenção desse boletim é ilegal e que ele não sabe como ocorreu.  Veja a gravação:

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s