Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Menino morre após disparo acidental na Zona Sul

Segundo a SSP, garoto pegou a arma de seu padastro, um policial militar, e disparou contra o próprio rosto

Por Redação VEJASAOPAULO.COM Atualizado em 5 dez 2016, 15h55 - Publicado em 9 jun 2013, 21h08

Uma criança de 5 anos morreu na Zona Sul no último sábado (8) após disparar acidentalmente a arma de seu padrasto, um policial militar, contra o próprio rosto, segundo a Secretaria de Segurança Pública.  

O acidente aconteceu por volta das 18h30, em um sítio localizado na Estrada da Reserva, região da Ponte Alta, extremo sul da capital. Segundo a polícia, o menino achou a arma do padrasto no guarda-roupas.

O policial militar informou que a pistola .40 estava guardada em um maleiro do guarda-roupas de um dos quartos da casa. O PM estava do lado de fora com convidados no momento do disparo. Contou que ouviu o tiro e, na sequência, viu um adolescente de 15 anos, primo da vítima, carregando o menino.

A criança foi imediatamente levada para o Pronto Socorro de Parelheiros, mas não resistiu. O caso foi registrado como homicídio culposo (sem intenção de matar). A Secretaria de Segurança Pública, no entanto, não informou quem irá responder pela acusação.

Continua após a publicidade

Publicidade