Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Manifestantes picham casa de Doria em São Paulo

Protesto ocorreu na manhã deste sábado

Por Sérgio Quintella Atualizado em 15 jul 2017, 11h41 - Publicado em 15 jul 2017, 11h22

Uma manifestação ocorrida na manhã deste sábado (15) em frente à casa do prefeito João Doria, no Jardim Europa, terminou em confusão e com pelo menos uma pessoa detida pela Guarda Civil Metropolitana.

Entre os motivos do protesto estão a intenção do tucano de privatizar bens municipais, como o Pacaembu e o Anhembi, e também o anúncio de redução  no benefício do transporte gratuito para alunos da cidade.

Durante o ato, houve a simulação de um leilão do estádio da Zona Oeste.

O ato foi organizado pelo grupo “Levante Popular da Juventude”, que levou cerca de duzentas pessoas à residência do tucano, que não estava no local.

No muro da casa de Doria, foi escrito “SP não está à venda”. O homem preso pela GCM foi encaminhado ao 78° DP, nos Jardins.

Oslaim Brito/Veja SP
Continua após a publicidade

Publicidade