Continua após publicidade

Lixo de feira atrapalha trânsito na Rua Augusta

Resíduos deixados por donos de barracas são arrastados pela chuva

Por Mauricio Xavier [Com reportagem de Arnaldo Lorençato, Catarina Cicarelli e Isabella Villalba]
Atualizado em 5 dez 2016, 18h15 - Publicado em 5 mar 2011, 00h50

Levados pela enxurrada provocada por uma forte chuva, restos da feira de domingo (27) da Alameda Lorena desceram a Rua Augusta na tarde do dia seguinte. Um saco preto com bagaços de cana-de-açúcar atrapalhava o trânsito no cruzamento com a Rua Oscar Freire, cena recorrente nos Jardins. “O problema não é de hoje: quando chove, a Augusta vira um rio, que carrega o lixo das calçadas”, diz o jornaleiro Thomas Carlos, com ponto no local há quinze anos. Segundo o Departamento de Limpeza Urbana (Limpurb), é obrigação dos feirantes acondicionar os resíduos das barracas até as 14 horas, a tempo de ser recolhidos no mesmo dia.

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

A melhor notícia da Black Friday

Receba VEJA e VEJA SP impressas pelo melhor preço do ano!

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Para curtir o melhor de São Paulo!

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site, edições e acervos digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 29,90/mês
(Melhor oferta do ano!)