Continua após publicidade

Escritora ganha milhões de leitores com história de amor sobrenatural

Primeiro livro da saga <em>Lost Boy</em> chega ao Brasil no dia 22 de novembro

Por Silas Colombo
Atualizado em 1 jun 2017, 17h29 - Publicado em 22 nov 2013, 17h51

Quando a jovem Joey se mudou para a pequena e fria cidade de Esperanza, em país indefinido, não sofreu por abandonar a antiga escola, como seria típico de uma adolescente. Nunca havia sido muito próxima de ninguém nem tido namorado. Para ela, garotos são mandões e irritantes, especialmente ao insistirem para que troque os moletons largos por vestidos. É, porém, injusto lhe atribuir o rótulo de antissocial. Na ocasião em que, na nova vizinhança, uma senhora chamada Violeta lhe pede para carregar um pesado vaso de flores até um cemitério, decide ajudar. E foi lá, em meio a túmulos e flores, que a vida de Joey mudou no encontro com um menino chamado Tristan, de belos olhos cinza (!) e um jeito que combina com o dela, um tanto esquisitinho. Não por acaso: algumas páginas depois, será revelado que se trata de um fantasma (!!) a vagar pelas sepulturas.

 

Com esse mote juvenil de paixão impossível, que lembra o da saga Crepúsculo, o romance Lost Boys — O Verdadeiro Amor Nunca Morre está fazendo barulho entre os fãs das histórias de fantasia. Conquistou cerca de 34 milhões de leitores no site canadense Wattpad, de compartilhamento gratuito de livros (mal comparando, uma espécie de YouTube para leitura). Assim como aconteceu com outros títulos que foram veiculados primeiro na internet, a exemplo de Cinquenta Tons de Cinza, a obra foi publicada depois em papel. Chegou no dia 24 de outubro ao Reino Unido com tiragem de 7 000 exemplares, pela editora inglesa Random House. Neste fim de semana sairá no Brasil, pela Leya (42,90 reais). Em janeiro, chegará aos Estados Unidos.

combustivel
combustivel ()

A autora do romance fantasmagórico é a paulistana Bruna Brito, de 35 anos. Ela escolheu o pseudônimo Lilian Carmine para assinar a obra com medo de se expor se a trama fosse rejeitada. Afinal, sempre trabalhou como ilustradora de livros para editoras, e a única experiência literária havia sido um blog de contos, que tinha a mãe de um amigo como única leitora. “Decidi escrever depois de encontrar uma antiga professora e ela me lembrar que meu talento na infância era mais o texto que o desenho”, explica. Em fevereiro de 2010, estava lançado o primeiro capítulo de Lost Boys na internet. “Percebi que poderia dar certo quando comecei a receber elogios de gente do mundo inteiro que se identificou.” O resultado é que Bruna não apenas adotou outra carreira como entrará na Justiça para tornar Lilian Carmine seu nome oficial.

Continua após a publicidade
crepusculo autógrafo fãs
crepusculo autógrafo fãs ()

Nascida e criada em Perdizes, ela aprendeu a escrever em inglês lendo livros de fantasia. Formada em artes plásticas pela Faap, casou-se com Roger Cruz, ilustrador de personagens da Marvel e DC Comics. O relacionamento, iniciado há treze anos, não passou nem perto de um cemitério. “Eu me interessei por ele e o esperava em uma banca de quadrinhos da Alameda Lorena todos os dias”, conta a escritora. Cruz é o responsável pelos esboços da capa.

espaço teen livraria cultura
espaço teen livraria cultura ()

O segundo volume da série encontra-se disponível gratuitamente no site Wattpad. Deve chegar ao Brasil até junho de 2014. O último capítulo da trilogia, que já começou a ser escrito, será lançado em 2015. O gênero é o novo infanto juvenil, batizado atualmente de new adult, que tem entre os fenômenos os títulos Crepúsculo, Jogos Vorazes e outros. “É um mercado em crescimento e com consumidores famintos”, avalia Maria João Costa, da Leya, responsável por nacionalizar o romance fantasmagórico. Aqui, a tiragem inicial é de 50 000 exemplares ao longo do primeiro ano (a autora fica com 10% das vendas). “Tenho ideias para chegar pelo menos ao décimo livro desta série”, anuncia Bruna, ou melhor, Lilian.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Para curtir o melhor de São Paulo!
Receba VEJA e VEJA SP impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.