Clique e assine por apenas 5,90/mês

Jornalista Rodrigo Albornoz morre de câncer aos 30

Profissional trabalhava no SporTV e participou da cobertura da Olimpíada de 2016

Por Redação VEJA São Paulo - 8 jun 2017, 10h53

Morreu na noite de quarta-feira (7) o jornalista esportivo Rodrigo Albornoz, aos 30 anos, vítima de sarcoma, um raro tipo de câncer. O profissional trabalhava no canal por assinatura SporTV e, em 2016, foi responsável pela cobertura do torneio de boxe na Olimpíada do Rio de Janeiro.

A morte ocorreu em Porto Alegre (RS) e foi comunicada nas redes sociais pela namorada de Albornoz, a jornalista Easmine Bopsin. “A luta foi incansável. Ele lutou de todas as formas, até o fim, mas está com a paz divina recebendo toda luz, força e amor”, declarou Easmine. 

O SporTV lamentou a perda do profissional, que classificou como “de grande sensibilidade e de sorriso fácil”. Em nota, o canal afirmou: “Albornoz deu mostras de grande otimismo e superação ao enfrentar a doença”, publicou o canal. 

Além de narrar a medalha de ouro conquistada pelo boxeador Robson Conceição, inédita no Brasil, Albornoz participou da cobertura das Copas de 2010 e 2014.

O velório está marcado para esta quinta-feira, em Porto Alegre, até às 17h. O enterro acontece na sequência, no Cemitério da Santa Casa.

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade
Publicidade