Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Tragédia na Granja Viana: homem mata a mulher, policial e morre

Patrícia levou cinco tiros pelas costas, diz polícia; além do agente que morreu, outro ficou ferido

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 19 jul 2021, 18h59 - Publicado em 19 jul 2021, 18h56

Um homem de 44 anos matou a mulher, de 41, na tarde desta segunda-feira (19) na Granja Viana, em Cotia, na região metropolitana de São Paulo. Ele foi identificado como Ricardo Trindade e a vítima, como Patrícia Cristina. Após a chegada da polícia, houve confronto e um policial foi morto, outro ficou ferido e o agressor também morreu. As informações são do Brasil Urgente, da Band.

O capitão Luiz, da Polícia Militar, disse ao programa que o crime aconteceu após a mulher tentar denunciar as agressões que estava sofrendo dentro de casa. Segundo o delegado e diretor do DOPE, Osvaldo Nico, a mulher morreu com 5 tiros pelas costas. 

“Ela estava sendo agredida na sua residência na Granja Viana e foi até um posto policial ali próximo, falou que estava sendo agredida. Os guardas civis metropolitanos do município de Cotia foram até o local com mais dois policiais civis. Neste momento o companheiro dessa mulher acabou disparando contra os policiais civis e os guardas”, disse Luiz. 

O homem já tinha sido condenado por violência doméstica, segundo o delegado. A investigação apura a possibilidade de que Ricardo tenha sofrido um surto. Ao programa, a mãe de dele, Leda, disse que Ricardo “já teve um distúrbio, não faz muito tempo”, e descartou a hipótese de que ele usasse drogas.

Continua após a publicidade

Publicidade