Governo faz acordo com Comgás para suspender corte no fornecimento

Medida, válida até 31 de maio, atende residências, pequenos comércios, hospitais e unidades de saúde

O governador João Doria anunciou nessa segunda (23) um acordo com a Comgás para suspender a interrupção no fornecimento de gás para residências e pequenos comércios. A medida passa a valer a partir de hoje até 31 de maio, válida também para hospitais e unidades de saúde.

A ação, voltada para os imóveis que consomem até 500m³/mês (média de consumo do 1º bimestre de 2020), também isenta indústrias do consumo mínimo obrigatório do volume contratado e não retirado. A decisão faz parte do pacote de medidas anunciadas pelo Governo de São Paulo para combater o impacto econômico da disseminação do coronavírus.

“Até 31 de maio de 2020, nenhuma residência, nenhum centro de consumo de gás encanado, através da Comgás, poderá interromper o fornecimento de gás. Pedimos e fomos atendidos pelo Comgás, que compreendeu a importância deste momento, suspendendo multas para indústrias que não consumirem o mínimo previsto em contrato. Evidentemente, há uma demanda menor, mas não haverá multa para estas empresas”, disse Doria.

Veja também

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s