GCM de 56 anos morre após agressão em parque na Grande São Paulo

Ele trabalhava há 33 anos na corporação e pediu a um grupo de jovens que parasse de fumar narguilé dentro da área infantil do parque Celso Daniel

Um guarda civil municipal de Santo André, no ABC Paulista, morreu após ser agredido dentro do parque Celso Daniel, localizado no Centro da cidade. O profissional, que tinha 56 anos e trabalhava há 33 anos na GCM de Santo André, pediu a um grupo de jovens que parasse de fumar narguilé dentro da área infantil do parque.

Um dos jovens abordado pelo guarda não concordou com o pedido e passou a agredi-lo com socos no peito, informou a GCM. O homem perdeu a consciência e teve três paradas cardíacas, sendo socorrido ao Centro Hospitalar de Santo André. O GCM não resistiu aos ferimentos e morreu. O velório e o enterro serão realizados nesta quinta-feira (16) no Cemitério Curuçá, em Santo André. As informações são do G1.

O homem acusado de agredir o GCM foi preso e levado à 4ª Delegacia de Polícia Civil de Santo André, onde prestou depoimento e foi liberado. A GCM informou que o parque possui câmeras de vigilância que podem ter gravado a ação do agressor.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s