Clique e assine por apenas 6,90/mês

Frentista é atropelado e morre após tentar impedir calote em posto

Motorista foi preso e admitiu ter consumido bebida alcoólica antes do crime

Por Redação VEJA São Paulo - 4 ago 2020, 09h50

Um homem que trabalhava como frentista morreu após ser atropelado por um motorista que se negou a pagar a conta do abastecimento. O caso aconteceu no domingo (2) em Campos do Jordão, em São Paulo.

De acordo com informações da polícia, o motorista, um açougueiro de 40 anos, abasteceu o veículo no posto em que a vítima dava expediente. O homem se negou a pagar a conta. O frentista de 36 anos tentou impedir a fuga, mas acabou sendo atropelado e morreu. Ele chegou a ser arrastado por alguns metros.

O motorista fugiu, mas foi capturado por policiais militares e preso em flagrante. Em depoimento, ele admitiu ter consumido bebida alcoólica antes do crime. O caso foi registrado como embriaguez ao volante, estelionato e homicídio qualificado pela Delegacia de Campos do Jordão. A defesa do homem não se manifestou.

Publicidade