Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Feriado deve ter 5,5 milhões de veículos nas estradas de São Paulo

O tráfego intenso está previsto a partir desta tarde

Por Agência Brasil 8 out 2021, 17h05

Pelo menos 5,5 milhões de veículos devem circular pelas principais estradas que deixam a capital paulista durante o feriado prolongado de Nossa Senhora Aparecida, celebrado no dia 12. O tráfego intenso está previsto a partir da tarde de hoje (8) e durante todo o sábado (9), em direção ao litoral. Serão implantadas operações especiais de reversão de pista nesses dias, em horários específicos, no Sistema Anchieta-Imigrantes, e na Serra dos Tamoios. Na direção ao interior, o aumento do fluxo começou ontem (7).

Para o retorno à capital, a previsão é a de aumento gradual a partir de segunda-feira (11). Na terça-feira (12), a previsão é fluxo intenso a partir do meio-dia até o período noturno. Operações especiais de reversão de pista no Sistema Anchieta-Imigrantes, como a operação 2×8, e na Serra dos Tamoios, também estão sendo programadas para esses dias, em horários específicos.

As ações fazem parte da Operação Aparecida 2021 e contemplam toda a assistência rodoviária nos 27,2 mil quilômetros (km) de rodovias, que incluem a malha administrada pelo Departamento de Estradas e Rodagem (DER) e a concedida e administrada pelas concessionárias.

+ Como fica o tempo no feriado prolongado de 12 de outubro?

A recomendação é a de que os motoristas planejem sua viagem a partir da consulta aos horários mais adequados para se pegar a estrada e às condições de tráfego nas rodovias, disponíveis nos sites das concessionárias, em tempo real.

“Esse feriado será de grande movimentação nas nossas rodovias. Por isso, mais uma vez vamos unir forças para garantir conforto e segurança para todos os motoristas”, disse o secretário Estadual de Logística e Transportes, João Octaviano Machado Neto.

Assistência

De acordo com a Secretaria de Logística e Transportes de São Paulo e a Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), em todo o sistema rodoviário haverá reforço assistencial para atender à demanda, assim como no monitoramento e operação dos equipamentos como call box, aplicativos de mensagens, câmeras de CFTV, painéis de mensagem e veículos de apoio, posicionados em locais estratégicos, dando mais agilidade no atendimento ao usuário.

Serão disponibilizados ainda maior número de guinchos, ambulâncias, caminhões-pipa, motocicletas para apoio mecânico e veículos operacionais em geral. Os postos de atendimento aos usuários estarão abertos e equipados com banheiros, álcool gel, bebedouro e local de descanso, aptos a receberem os viajantes com todas as medidas de controle sanitário.

“Vamos colocar à disposição do usuário toda a assistência necessária para uma boa viagem, que seja confortável e segura, mas sempre é importante ficar atento às condições do veículo antes de sair de casa e obedecer aos limites de velocidade e à sinalização”, alerta o diretor-geral da Artesp, Milton Persoli.

Continua após a publicidade

Segundo a estimativa, as rodovias Ayrton Senna (SP-070) e Carvalho Pinto devem concentrar a maior quantidade de veículos neste feriado, por serem as principais rodovias que dão acesso ao Santuário de Nossa Senhora Aparecida. A concessionária Ecopistas, que administra o trecho, estima que  cerca de um milhão de veículos passem pelas quatro praças de pedágio do corredor Ayrton Senna/Carvalho Pinto, nos dois sentidos, entre hoje e terça-feira (12). O movimento deve ser mais intenso no sentido interior nesta sexta-feira, das 15h às 19h, e no sábado (9), das 7h às 12h. Já para o retorno do fim de semana prolongado, a previsão é de tráfego intenso de 12h às 18h de terça-feira.

Ecovias

Já a Ecovias, concessionária que administra o Sistema Anchieta-Imigrantes,  prevê que até 380 mil veículos sigam em direção à Baixada Santista, de 0h de hoje até a meia-noite de terça-feira. O movimento de veículos em direção à Baixada Santista deve aumentar a partir da tarde desta sexta-feira, quando está prevista a implantação da Operação Descida 7X3, das 16h às 2h de sábado.

Parte dos veículos deve iniciar o retorno do feriado prolongado no domingo (10), mas o maior volume em direção à capital deve ocorrer na terça-feira. Para esses dias, estará em vigor a Operação Subida 2X8. No domingo, ela deve vigorar entre 17h e 22h. Na terça-feira a mesma configuração deve começar por volta das 11h e permanecer até 1h de quarta-feira.

Na Tamoios, a estimativa é de que cerca de 185.000 veículos trafeguem pelas rodovias que dão acesso ao litoral norte e cidades do Vale do Paraíba.  A Operação Descida será montada no trecho de serra, liberando duas pistas sentido litoral e uma pista sentido São José dos Campos, visando garantir fluidez ao tráfego que segue em direção ao litoral norte. No retorno do feriado, a rodovia volta à sua configuração normal, com duas pistas sentido São José dos Campos e uma pista sentido litoral.

CCR ViaOeste

De acordo com a estimativa da concessionária CCR ViaOeste, que administra o Sistema Castello-Raposo, na saída de São Paulo, o motorista deverá enfrentar tráfego intenso hoje,  entre 16h e 20h no sentido interior. No sábado, o congestionamento deve se repetir das 7h às 12h. A estimativa da concessionária é de que 639 mil veículos trafeguem nas rodovias Castello Branco (SP-280) e Raposo Tavares (SP-270) no fim de semana prolongado.

Para o retorno à capital, a previsão é de tráfego intenso na terça-feira, das 13h às 21h. No domingo e na terça-feira o tráfego de caminhões estará proibido na Rodovia Castello Branco, no sentido capital, entre as 14h e 1h.

Na Anhanguera (SP-330) e Bandeirantes (SP-348) o período de pico será entre 16h e 20h de hoje e das 8h até o meio-dia de sábado. Devem passar por essas rodovias 840 mil veículos. Na volta, o tráfego deve se intensificar já a partir das 11h da terça-feira, com previsão de duração até as 20h.

+Assine a Vejinha a partir de 8,90.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade