Clique e assine por apenas 6,90/mês

Felipe Massa recebe homenagens na despedida da Fórmula 1

Ele terá o privilégio de correr neste domingo com seu nome escrito em letras garrafais na carenagem do carro

Por Estadão Conteúdo - Atualizado em 27 dez 2016, 14h58 - Publicado em 13 nov 2016, 08h16

Felipe Massa vai encerrar neste domingo (13) um longo ciclo no autódromo de Interlagos. Trata-se de uma trajetória que não se resume aos seus 15 anos de Fórmula 1. Afinal, sua ligação com a categoria começou ainda na infância, quando se acomodava nas arquibancadas do circuito paulistano para torcer por Nelson Piquet e Ayrton Senna.

+Felipe Massa anuncia aposentadoria da Fórmula 1

“Interlagos é o lugar onde eu cresci, onde ficava na arquibancada para apoiar o Nelson e o Ayrton, sempre sonhando em estar lá. E, então, eu consegui chegar aqui”, disse o piloto de 35 anos, já saudoso da sua história na Fórmula 1. Não por acaso. Faltam apenas duas corridas para Massa se aposentar da categoria daqui a duas semanas, em Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos.

Enquanto a corrida final não chega, o brasileiro saboreia homenagens no paddock. Na maior delas, que dá ideia do seu prestígio na Williams, ele terá o privilégio de correr neste domingo com seu nome escrito em letras garrafais na carenagem do carro. Vai substituir a referência à marca Martini, empresa de bebida alcoólica que é o principal patrocinador do time.

“Trocar o nome do patrocinador pelo do piloto? É uma surpresa incrível, acho que isso nunca aconteceu”, disse o brasileiro. “É uma emoção e, sem dúvida, uma demonstração de carinho muito grande”. A Williams ainda estampou a palavra “obrigado” no aerofólio traseiro do carro de Massa.

A homenagem se somou às palavras de amizade dos rivais no grid. “Foi uma ótima experiência pilotar ao lado e contra Felipe nestes anos. Tivemos grandes momentos”, disse o inglês Lewis Hamilton, um dos principais rivais do brasileiro. “Antes mesmo da F-1, ainda na GP2, nos tornamos amigos e já tivemos boas experiências”, lembrou o tricampeão.

“Nem precisamos falar sobre o seu talento. Acho que não há dúvidas quanto a isso”, afirmou o alemão Sebastian Vettel, da Ferrari. “Além disso, ele é uma grande pessoa. É o tipo que você olha e parece que está sorrindo porque está sorrindo por dentro. Todos sentirão sua falta aqui”, comentou o tetracampeão.

Melhor amigo de Massa no circuito, o australiano Daniel Ricciardo prevê uma corrida de muitas emoções em Interlagos. “Ele receberá ainda mais amor neste fim de semana. Os fãs estarão gritando das arquibancadas. A atmosfera é ótima, acho que teremos um público incrível”, disse o piloto da Red Bull, que mora no mesmo prédio de Massa em Mônaco.

Futuro

Vice-campeão da Fórmula 1 em 2008, Massa ainda não definiu o seu futuro. Negocia com três categorias bem diferentes: a Fórmula E, de carros elétricos; o Mundial de Endurance; e o DTM, campeonato de carros de turismo da Alemanha.

A decisão, porém, não tem prazo. “Não estou com muita pressa para decidir. Já tive muita pressa na minha carreira e agora vou decidir com tranquilidade”, avisou o piloto. “Talvez até o final do ano ou começo do ano que vem eu encontre o caminho certo”, afirmou.

Ele também estuda a possibilidade de ser comentarista de uma emissora de TV estrangeira, mas não durante toda a temporada.

Publicidade