Fachin nega pedido para evitar prisão e PF pode buscar Lula no sindicato

A expectativa é de que Lula se entregue logo após a missa em homenagem à dona Marisa

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou na manhã deste sábado (7) o novo pedido apresentado pela defesa para evitar a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “É regra geral cumprir a pena nessas condições”, alegou ele, em sua decisão.

Com isso, fica mantida a ordem de prisão decretada na última quinta (5) pelo juiz Sergio Moro.

O ex-presidente deveria ter se apresentado à Polícia Federal em Curitiba às 17h de sexta (6), mas recusou a se entregar. A PF passou o dia tentando negociar a apresentação de Lula, com o objetivo de evitar conflito com militantes que cercavam o prédio. Segundo aliados, Lula deve se entregar neste sábado (7) após a missa em homenagem à ex-primeira dama Marisa Letícia, que começou às 10h45 deste sábado.

A expectativa é que a Polícia Federal busque o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na sede do Sindicato do Metalúrgico do ABC Paulista, em São Bernardo do Campo, em viaturas descaracterizadas, de acordo com sindicalistas e nomes próximos ao petista.

Como Lula não se entregou ontem (6), prazo dado pelo juiz federal Sergio Moro na ordem de prisão, havia a expectativa que viaturas da PF pudessem chegar à sede do Sindicato logo no amanhecer deste sábado, o que acabou não acontecendo.

As informações sobre o possível destino de Lula após deixar o sindicato ainda são desencontradas. Algumas fontes dizem que ele seria levado à sede da PF em São Paulo. Outras que ele iria para o aeroporto de Congonhas e de lá para Curitiba.

O ex-presidente amanheceu neste sábado “bem disposto”, abraçou os militantes que foram visitá-lo no segundo andar do prédio do Sindicato e tomou café da manhã com a família, segundo assessores e advogados do petista.

O piso térreo da sede do sindicato está tomando de militantes é simpatizantes de Lula. Alguns não escondem o choro. Outro grupo faz um batuque com tambores. Somente poucas pessoas têm acesso aos andares superiores.

Veja também
Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s