Clique e assine por apenas 5,90/mês

Empresário acusado de violência doméstica em Alphaville ameaça PM

“Você pode ser macho na periferia, mas aqui você é um bosta, aqui é Alphaville, mano!”

Por Redação VEJA São Paulo - 31 Maio 2020, 11h24

O empresário Ivan Storel, 49, foi preso na última sexta-feira, 29, em Alphaville, bairro nobre localizado em Santana do Parnaíba, em São Paulo. A Polícia Militar foi acionada pela esposa depois, que relatou ter sido e ameaçada e agredida verbalmente pelo marido. Na chegada dos policiais ao local, Ivan resistiu à prisão e ameaçou os PMs.

No vídeo, que foi parar nas redes sociais, Storel proíbe a aproximação do policial. “Não pisa na minha calçada, não pisa na minha rua. Eu vou te chutar na cara, filho da puta.” Pelas imagens, os PMs não demonstram nenhuma reação às ameaças. Storel humilhou o policial, dizendo que o PM ganha 1 000 reais por mês, enquanto ele ganha 300 mil. Também ameaçou processar o PM. “Você pode ser macho na periferia, mas aqui você é um bosta, aqui é Alphaville, mano!”

De acordo com o boletim de ocorrência registrado pelos soldados, a esposa do empresário ligou para a Polícia Militar por conta de uma briga entre eles, com possível agressão ou ameaça. Dois policiais, um homem e uma mulher, foram mandados ao local.

Ao chegar na residência, Ivan se recusou a falar com os policiais. Um dos PMs filmou as agressões e solicitou apoio do Comando de Grupo Patrulha. O empresário foi preso e conduzido para a Delegacia de Defesa da Mulher. Os solados registraram um boletim de desacato e resistência, mas a esposa não quis dar continuidade ao registro da denúncia de violência.

Storel disse aos policiais que houve um desentendimento com a mulher, mas nega tê-la ameaçado. O empresário também contou que estava muito nervoso com a chegada dos soldados e que não se lembra de nada. Depois do registro, Ivan foi liberado.

Continua após a publicidade
Publicidade