Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Em uma semana, hospitais de campanha de SP triplicam internações

Estruturas no Pacaembu e no Anhembi têm 210 pacientes e registram segunda morte

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 19 abr 2020, 19h18 - Publicado em 19 abr 2020, 19h16

Os dois hospitais de campanha de São Paulo, no Pacaembu e no Anhembi, praticamente triplicaram o número de internações pelo novo coronavírus em uma semana. Neste domingo (19), as duas unidades somavam 210 pacientes internados e tinham a previsão de receber mais 38 até o final do dia. No domingo passado (12), eles registravam um total de 74 pessoas em tratamento.

No momento, o hospital do Pacaembu tem 81 leitos ocupados: são 75 pacientes de baixa complexidade e seis na Sala de Estabilização, equipada para casos mais graves. Está prevista a admissão de mais 14 pacientes ainda neste domingo. Ao todo, a estrutura conta com 200 leitos.

O hospital do Anhembi tem 129 pacientes (e capacidade para 887). Deles, 122 estão em leitos de enfermaria e sete na Sala de Estabilização. Outros 24 devem ser internados até o final do domingo.

Na noite de ontem (18), um paciente de 79 anos morreu no hospital do Anhembi. É a primeira morte no local e a segunda em um hospital de campanha da capital, desde o início da crise da

  • Covid-19.

     

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade