Clique e assine por apenas 6,90/mês

Espanha registra o primeiro caso de ebola fora da África

Autoridades da Espanha confirmaram que uma auxiliar de enfermagem contraiu o vírus em Madri

Por VEJA SÃO PAULO - Atualizado em 5 dez 2016, 14h00 - Publicado em 7 out 2014, 11h52

As autoridades da Espanha confirmaram que uma auxiliar de enfermagem foi diagnosticada em Madri com o vírus ebola. Este é o primeiro caso de contaminação registrado fora da África.

A mulher, que não teve a identidade revelada, fez parte da equipe que tratou de dois missionários que morreram: Manuel García Viejo e Miguel Pajares.  Segundo o jornal El País, a auxiliar de enfermagem está recebendo soro com anticorpos obtidos de pacientes curados.

A paciente chegou com febre alta no Hospital de Alcorcón e foi colocada em isolamento. Ela estava em férias quando apresentou os sintomas.

A ministra da saúde, Ana Mato, disse que o governo trabalha agora para verificar a fonte de infecção. O marido a auxiliar de enfermagem e os profissionais que fizeram o atendimento serão monitorados. “O protocolo foi acionado para auxiliar a paciente e garantir a segurança dos trabalhadores de saúde.”

Apesar da preocupação, o diretor de pronto atendimento de Madri, Antonio Alemany, informou que nenhum outro caso foi registrado.

Continua após a publicidade
Publicidade