Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Doria se manifesta sobre julgamento e chama Lula de “facínora”

O prefeito de São Paulo publicou um vídeo sobre o caso na manhã desta quinta-feira (5)

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 5 abr 2018, 10h05 - Publicado em 5 abr 2018, 10h01

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), se manifestou na manhã desta quinta-feira (5) sobre o julgamento do pedido de habeas corpus preventivo contra a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que ocorreu na quarta (4). Em vídeo publicado no Facebook, Doria confunde o nome do Supremo Tribunal Federal (ele diz “superior”) e chama Lula de “facínora”.

“Hoje o Brasil acordou aliviado. Uma medida do ‘Superior’ Tribunal Federal está aqui anunciada no jornal O Estado de São Paulo. ‘Supremo libera prisão de Lula. Por 6 votos a 5, petista foi derrotado na corte´”, disse o prefeito.

  • “Lula na cadeia. Facínora, mentiroso, enganou o Brasil, roubou os brasileiros, tirou a esperança de milhões de brasileiros, jovens, adultos, famílias, promoveu o desemprego, assaltou os cofres públicos e agora, Lula, você vai para a cadeia”, concluiu.

    Pré-candidato ao governo pelo PSDB, Doria deve deixar a prefeitura nesta sexta (6). Em seu lugar, assume o vice, Bruno Covas.

     

    Confira:

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade