Doria diz que vai começar privatizações pelo Anhembi

Tucano fez questão de dizer também que o Parque do Ibirapuera não será privatizado, mas sim passará por uma concessão, a exemplo do Central Park, de Nova York

O prefeito eleito de São Paulo, João Doria Jr. (PSDB), disse que começará o seu programa de privatizações pelo centro de convenções do Anhembi. Ele reconheceu, inclusive, que a primeira tentativa do prefeito Fernando Haddad (PT) de privatizar o Anhembi foi uma boa proposta. 

+PM que matou ladrões vai responder por dirigir Uber

“Tão boa que houve três ou quatro empresas que compraram, mas que não deu certo por circunstâncias que desconheço”, disse, durante participação no programa Roda Viva, da TV Cultura, na noite desta segunda-feira (7).

O tucano fez questão de dizer também que o Parque do Ibirapuera não será privatizado, mas sim passará por uma concessão, a exemplo do Central Park, de Nova York. Além disso, ressaltou que não haverá cobrança de ingresso e que a receita da empresa concessionária se dará pela cobrança de serviços dentro do parque, como alimentação e estacionamento. 

“Vamos usar o Ibirapuera como modelo, como referência”, disse o prefeito, sobre a intenção de fazer o mesmo com outros parques.

Além disso, Doria voltou a elogiar o prefeito Fernando Haddad e a dizer que ele “é melhor que o PT”. “Ele poderia ser um bom presidente do PT e pode ajudar o PT a ter uma nova plataforma, preservando coisas boas do PT. O PT não é um partido apenas de defeitos, todo partido tem qualidades”, disse o tucano. Ele disse ainda que espera que Haddad siga na vida pública.

Coxinha 

O prefeito eleito de São Paulo, João Doria Jr., afirmou na mesma entrevista que aceitou a sugestão de assessores de campanha para assumir a imagem de “coxinha”. Na sua opinião, “ser coxinha é ser correto”.”Gosto de ser correto, não sou pessoa desarrumada, desarranjada, e não serei, e assim eu quero a cidade de São Paulo. Quero que as pessoas tenham orgulho de viver aqui”, afirmou o tucano. O prefeito eleito contou também que, durante suas gravações na campanha, sugeriu que as câmaras ficassem mais próximas de seu rosto. “Porque as pessoas olham e percebem a sinceridade. Quanto mais próximo do olhar, mais as pessoas identificam se você está falando a verdade”, explicou.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s