Detido por estupro em ônibus é condenado a dois anos de prisão

Sentença que condena Diego Ferreira de Novais é relativa a um caso que aconteceu em setembro de 2013; ele tem dezessete passagens por casos semelhantes

O ajudante geral Diego Ferreira de Novais foi condenado nesta segunda (4) a dois anos de prisão em regime fechado. A decisão é relativa a um crime acontecido em setembro de 2013. Ele tem dezessete passagens por crimes sexuais, o mais antigo deles registrado em 2009.

 

Na ocasião, o homem teria tocado a vagina de uma passageira que estava sentada próximo a ele dentro de um coletivo na rua Pamplona. Segundo o boletim de ocorrência, ele chegou a fugir, mas foi pego pela polícia. Os últimos documentos só foram anexados em maio deste ano, e o processo passou meses na fila até o julgamento.

O juiz Antônio de Oliveira Angrisani Filho – da 27.ª Vara Criminal do Fórum da Barra Funda – observou com base nas audiências do processo que o réu não demonstrava “sinais de inimputabilidade, completa ou parcial”. Ao mesmo tempo, percebeu sinais de que ele entendia “o caráter ilícito de sua conduta, verbalizando de forma clara”. A decisão ressalta ainda que Diego é insistente na práticas de atos contra a dignidade sexual, “demonstrando total desprezo à ordem pública e à Justiça”.

No domingo (3), a Justiça já havia decidido pela prisão preventiva dele, um dia depois do ataque a outra mulher em um ônibus na Avenida Brigadeiro Luiz Antônio. O caso mais recente foi registrado como estupro consumado na delegacia, já que ele teria impedido a vítima de sair do local enquanto esfregava o pênis no ombro dela.

Ele havia sido detido por ejacular em uma passageira dentro de um ônibus na Avenida Paulista, mas foi liberado porque o juiz José Eugênio do Amaral Souza Neto, não enxergou elementos para enquadrá-lo no crime de estupro.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s