Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Corretor é suspeito de matar ex-mulher a pauladas no Belém

Bancária Mariana Marcondes estava desaparecida desde sábado (17) e foi encontrada morta em sua casa na segunda (19) com sinais de espancamento

Por Veja São Paulo Atualizado em 27 dez 2016, 15h27 - Publicado em 20 set 2016, 10h28

A bancária Mariana Marcondes, de 43 anos, foi encontrada morta no apartamento onde morava no bairro do Belém, na Zona Leste, na tarde desta segunda-feira (19). De acordo com a polícia, ela estava desaparecida desde sábado (17) e familiares tiveram que arrombar a porta do endereço. 

+Paulistano passa até 45 dias por ano parado no trânsito

O ex-marido, o corretor Chateaubriand Bandeira Diniz Filho, assumiu a autoria do crime. Ele se entregou à Polícia no início da tarde, após passar dias foragido com os dois filhos, de 9 e 6 anos, no Rio de Janeiro.

Policiais encontraram sinais de que a vítima foi atingida por pauladas, ela tinha ferimentos na cabeça e no abdômen. Segundo relato de familiares aos policiais, o ex-marido não aceitava o fim do casamento. O casal era sócio de uma empresa de corretagem de negócios com sede declarada no endereço residencial. 

Em 2014, ela chegou a entrar na Justiça com pedido de medida protetiva contra o ex-marido por motivos de violência, mas foi negado. 

Continua após a publicidade
Publicidade