Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Novo boletim da Saúde para de informar números acumulados de Covid-19

Site onde o governo federal colocava dados de casos, óbitos e recuperados saiu do ar na noite de sexta (5)

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 6 jun 2020, 15h05 - Publicado em 6 jun 2020, 15h00

Em nota publicada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no Facebook, o Ministério da Saúde informou que a divulgação diária sobre os casos de coronavírus sofreu uma adequação porque os dados acumulados não “retratam o momento do país”.

No novo fluxo, o Ministério da Saúde divulgará as informações às 22h. O motivo, segundo a nota, é que o horário anterior, entre 17h e 19h, tinha riscos de subnotificação. 

Desde sexta (5), os número acumulados de casos e de mortes no país não foram mais informados pela pasta. “Ao acumular dados, além de não indicar que a maior parcela já não está com a doença, não retratam o momento do país. Outras ações estão em curso para melhorar a notificação dos casos e confirmação diagnóstica”, comunicaram.

Assine a Vejinha a partir de 6,90 mensais.

A medida já havia sido anunciada pelo presidente durante uma entrevista, momento o qual Bolsonaro aproveitou para criticar a Rede Globo. “Acabou matéria no Jornal Nacional”, afirmou. A emissora respondeu que “o público saberá julgar se o governo agia certo antes ou se age certo agora. Saberá se age por motivação técnica, como alega, ou se age por propósitos que não pode confessar mais claramente”.

Na noite de sexta (5), a novela Fina Estampa foi interrompida pelo plantão que trouxe William Bonner anunciando os números oficiais: “Nós dissemos que vocês teriam esses números assim que eles fossem anunciados. E estamos aqui cumprindo o que nós dissemos”. Na atualização, foram divulgados 35 026 mortes e 645 771 casos por coronavírus.

Portal fora do ar

Também na noite se sexta (5), saiu do ar o site covid.saude.gov.br, onde o governo federal colocava dados sobre casos, óbitos e recuperados. Ao clicar no link, aparece a mensagem: “portal em manutenção”.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade