Conheça os seis principais candidatos ao Senado por São Paulo

Suplicy lidera pesquisa divulgada pelo Ibope com 28%; seguido por Mara Gabrilli e Major Olimpio, 15%; Mário Covas, 13%

Com uma lógica diferente da de outros cargos políticos, o mandato de um senador dura oitos anos, em vez de quatro. Os candidatos ao Senado Federal são eleitos a cada quatro anos, alternando-se, entre uma e duas vagas para a Casa. Em 2014, por exemplo, foram eleitos 27 senadores que exercerão o mandato até 2022. Em outubro de 2018, serão eleitos 54: dois para cada estado e o Distrito Federal, que entram para substituir os eleitos em 2010 e ficam no cargo até 2026. Dessa forma, a cada eleição renovam-se um ou dois terços do órgão.

+ CONFIRA A ÚLTIMA PESQUISA PARA SENADORES ANTES DAS ELEIÇÕES

Atualmente, os representantes de São Paulo no Senado são Airton Sandoval (MDB) e Marta Suplicy (MDB), em fim de mandato, e José Serra (PSDB), eleito em 2014. Uma pesquisa do Ibope, divulgada na terça-feira (25), mostrou quais são os principais concorrentes ao Senado de São Paulo, o maior colégio eleitoral do país, bem como seus respectivos percentuais de intenção de votos. Confira abaixo um pouco sobre cada um:

  • Eduardo Suplicy (PT): 28%
Eduardo Suplicy Eduardo Suplicy

Eduardo Suplicy (Divulgação/Divulgação)

Liderando as intenções de votos, esta é a quinta vez que Eduardo Suplicy concorre ao Senado de São Paulo. Em 1990, foi eleito pela primeira vez e exerceu o mandato por vinte quatro anos. Em 2014, tentou seu quarto mandando consecutivo, mas foi derrotado por José Serra, candidato do PSDB. Caso seja eleito, Suplicy diz que implantará a renda básica da cidadania – projeto de sua autoria, que fixa uma espécie de salário mensal para todos os brasileiros, independentemente da classe social, desde o nascimento até a morte. Inclui aí estrangeiros residentes no país há mais de cinco anos. Em 2004, a proposta chegou a ser aprovada pelo Congresso e sancionado pelo ex-presidente Lula, mas não saiu do papel.

  • Mara Gabrilli (PSDB): 15%
Mara Gabrilli

Mara Gabrilli (Gustavo Lima / Agência O Globo/Veja SP)

Atualmente, a candidata ao Senado é deputada federal por São Paulo. Além de ter sido a primeira deputada federal tetraplégica no país, Gabrilli foi ainda secretária da Pessoa com Deficiência e vereadora pela capital paulista. Em suas propostas, promete dar atenção a políticas inclusivas que possam garantir mais qualidade de vida para pessoas com deficiência, como investimentos em acessibilidade e inserção dessa população no mercado de trabalho.

  • Major Olímpio (PSL): 15%
Major Olimpio

Major Olimpio (Reprodução: Facebook/Veja SP)

Além de concorrer ao Senado, Major Olímpio é deputado federal e presidente do Partido Social Liberal (PSL) – o mesmo do presidenciável Jair Bolsonaro – no Estado de São Paulo. Em suas propostas, ele defende a reestruturação da segurança pública, com medidas que visam, entre outras coisas, a unificação das polícias estaduais em um único sistema nacional e mais rigidez nas fronteiras brasileiras.

  • Mario Covas Neto (PODE): 13%

     (Bruno Poletti/Folhapress/Veja SP)

Vereador pela cidade de São Paulo, Mario Covas Neto disputa neste ano a sua primeira eleição fora do PSDB, partido fundado pelo seu pai, Mario Covas, ao qual era filiado. Entre suas principais propostas políticas, estão a diminuição do número de parlamentares, fim do foro privilegiado e de benefícios a autoridades.

  • Tripoli (PSDB): 10%

     (Reprodução: Facebook/Veja SP)

Em seu terceiro mandando como deputado federal, José Ricardo Tripoli é advogado ambientalista e autor de diversos projetos e propostas na área ambiental. Na vida pública, também ocupou os cargos de Secretário Municipal em São Paulo e Secretário Estadual do Meio Ambiente. No Senado, quer ampliar as discussões sobre sustentabilidade, direitos dos animais e meio ambiente.  

  • Maurren Maggi (PSB): 9%
Maurren Maggi Maurren Maggi

Maurren Maggi (Caio Guatelli/Folhapress/)

Estreando na vida política, a ex-atleta olimpíca Maurren Maggi, medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Pequim em 2008, tem o esporte como seu carro chefe por acreditar que este é um meio de mudar vidas. Uma das suas propostas é retornar a educação física para a matriz curricular das escolas.

Outros candidatos somaram até 6%, são eles Cidinha (MDB), Jilmar Tatto (PT), Silvia Ferraro (PSOL), Antonio Neto, Dra. Eliana Ferreira (PSTU), Marcelo Barbieri (MDB), Educador Daniel Cara (PSOL), Mancha (PSTU), Kaled (DC), Diogo da Luz (Novo), Nivaldo Orlandi, Pedro Henrique de Cristo (Rede) e Moira Lázaro Mandato Coletivo (Rede). Brancos e nulos somaram 24%, não souberam ou não opinaram, 37%.

    Comentários
    Deixe um comentário

    Olá,

    * A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

    Foto do Google

    Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

    Conectando a %s