Comediante afirma ter sido vítima de racismo dentro de carro de Uber

Aplicativo afirma ter bloqueado conta do motorista

O comediante carioca Yuri Marçal utilizou o Twitter para externar sua indignação com uma corrida de Uber. Ele contou, na noite desta terça-feira (28), que fazia o traslado entre duas apresentações de stand-up no Rio Grande do Sul e, ao sentar no banco de trás do carro, foi destratado pelo condutor.

Meu produtor entrou na frente e eu entrei atrás. Aí, o motorista falou para que eu não ficasse atrás dele, senão ele teria que me dar um tiro“, explicou no vídeo o profissional que faz shows muito voltados ao tema da diversidade, visivelmente nervoso. Marçal afirmou ainda que insultou o condutor e abandonou o veículo durante a corrida. Veja o relato:

Em nota, a Uber afirma que “tem uma política de tolerância zero a qualquer forma de discriminação nas viagens com o app. Assim que soubemos do caso, entramos em contato com o usuário para oferecer apoio e bloqueamos a conta do motorista.”

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s