Chuva causa estrago e desaloja famílias em 10 cidades do interior

Estradas rurais e rodovias vicinais estão interditadas. Em algumas cidades, ainda havia famílias desalojadas nesta segunda

Pelo menos dez cidades do interior de São Paulo pediram apoio à Defesa Civil estadual, depois de serem atingidas por chuvas intensas, entre sábado, 5, e a madrugada desta segunda-feira, 7. As enchentes destruíram três pontes, um aterro e deixaram bairros isolados. Estradas rurais e rodovias vicinais estão interditadas. Em algumas cidades, ainda havia famílias desalojadas nesta segunda.

Em Sumaré, a prefeitura decretou situação de emergência, depois de avaliar os estragos causados pelas chuvas. O Rio Quilombo transbordou e inundou seis bairros. Ao menos 180 pessoas foram desalojadas.

O decreto de emergência permite que os órgãos da Defesa Civil entrem nas casas para prestar socorro ou determinar a “pronta evacuação” em caso de risco. Autoriza ainda a mobilização de voluntários e de entidades para reduzir os danos das chuvas. No início da tarde desta segunda-feira, 25 famílias continuavam abrigadas em três escolas municipais – outras 23 tinham voltado para casa.

Em Capivari, o nível do rio que dá nome à cidade transbordou e, na manhã desta segunda, havia 21 pontos de alagamento na área urbana. Conforme a prefeitura, 116 pessoas estão desalojadas e recebem assistência. Em Várzea Paulista, uma casa desmoronou no Jardim América, mas a Defesa Civil já havia retirado os moradores e interditado o imóvel.

No município de Torrinha, a queda de uma ponte interditou totalmente a Estrada Vicinal Cesarino Mariano, que liga a área urbana aos bairros Gafanhoto e Paraíso. Não há previsão de liberação da estrada. Em Nova Odessa, moradores foram removidos de áreas ribeirinhas do Rio Quilombo, que transbordou e deixou o município em estado de atenção. 

No município de Rancharia, as chuvas causaram o rompimento do dique de uma represa particular. As águas inundaram propriedades rurais e destruíram uma ponte na Estrada do Saltinho, que dá acesso a bairros da zona rural.

Em Presidente Prudente, a ponte sobre um córrego no Jardim Esplanada, na zona rural, foi levada pela enchente. Um carro caiu no ribeirão e os dois ocupantes foram resgatados, mas sofreram ferimentos. Em Campo Limpo Paulista, uma casa desabou no bairro Botujuru. Três pessoas foram resgatadas e levadas para a casa de parentes.

A chuva intensa em Hortolândia causou inundações e deixou 129 pessoas desalojadas. Os atingidos foram levados para a casa de parentes e estão recebendo doações de roupas e cestas básicas.

Em Pariquera-Açu, no Vale do Ribeira, a Via de Acesso José Padovam Neto (SPA-459/230) ficou totalmente interditada depois que a chuva abriu uma grande cratera na pista. Conforme o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), equipes realizam levantamentos geotécnicos para definir quais as intervenções são necessárias no local. O trânsito está sendo desviado para a rodovia Abilio Previdi (SP-226), que liga a cidade à rodovia Régis Bittencourt (BR-116).

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s