Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Celular superaquece e provoca incêndio em apartamento no Litoral Sul

O aparelho, que pertencia a turistas que alugaram o imóvel, foi deixado carregando em cima de uma cama

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 14 fev 2020, 15h46 - Publicado em 3 jan 2020, 15h33

Um incêndio atingiu dois apartamentos de um prédio residencial em Santos, no Litoral Sul de São Paulo, na manhã dessa quinta-feira (2). Segundo o Corpo de Bombeiros, o fogo começou com um celular que superaqueceu enquanto carregava na tomada. Ninguém ficou ferido.

Sem controle, as chamas se alastraram e tomaram conta dos apartamentos por volta das 9h50 da manhã, assustando moradores e pessoas que passavam pelo local. Com a chegada da polícia e dos bombeiros, o prédio, localizado na Avenida Marechal Floriano Peixoto, no bairro de Gonzaga, chegou a ser evacuado por medida de segurança.

O aparelho, que pertencia a turistas que alugaram o imóvel para a temporada de calor, foi deixado carregando em cima de uma cama e superaqueceu, gerando um curto-circuito e o consequente incêndio. Ninguém estava no local no momento do incidente.

Continua após a publicidade

Publicidade