Clique e assine por apenas 5,90/mês

A opinião do leitor

Cartas da edição 2511

Por Redação VEJA São Paulo - 6 jan 2017, 13h36

Verão

Já estive em Maragogi algumas vezes (“Recreios dos Bandeirantes”, 4 de janeiro). O mar é realmente lindo, mas não lembro de ser tão azul como na foto de capa da revista. Se ficar assim mesmo, avisem que eu me mudo para lá na mesma hora. Fernanda Correa Augusto Gomes via Facebook

Imóveis

Já faz muitos anos que os preços dos imóveis estão fora da realidade brasileira (“Escritórios fantasmas”, 4 de janeiro). Veja o valor de uma casinha de classe média, em uma localização sem grandes atrativos, converta-o para dólares, ou euros, e pesquise o que é possível comprar com a mesma quantia na Europa ou nos Estados Unidos. E em lugares civilizados, limpos e com segurança pública. É de chorar. Eleonora Torres via Facebook

Mistérios da Cidade

Em países europeus, as cervejarias permanecem no mesmo prédio desde a origem, sediando visitas e eventos culturais e gastronômicos (“Onde fica…”, 4 de janeiro). Infelizmente, não temos essa vocação por aqui. Renilson Santos via Facebook

Retrospectivas 

Lamentamos que os críticos de VEJA SÃO PAULO, pelos quais temos todo o respeito, tenham incluído o restaurante Sarumon na lista dos piores da cidade (“2016: o ano da rivalidade”, 28 de dezembro). Felizmente, contamos com o apoio de nossos clientes, que nos inspiram a continuar o árduo trabalho de oferecer sempre um bom serviço. Tomaremos a crítica como um
incentivo para persistir e melhorar. Hideki Ogata. Sócio-proprietário do Sarumon — Salmão, Sushi & Co.

 

Continua após a publicidade
Publicidade