Clique e assine por apenas 6,90/mês

Capital tem 3 km de trânsito após retomada de rodízio tradicional em SP

No dia 11 de maio, com o rodízio ampliado em vigor, a cidade registrou 1 km de trânsito. Saiba mais

Por Redação VEJA São Paulo - 18 May 2020, 13h20

A cidade de São Paulo registrou 3 km de trânsito na manhã desta segunda-feira (18), data em que o rodízio tradicional foi restabelecido após medidas mais restritivas adotadas pela prefeitura. Segundo a CET, o índice foi contabilizado entre 7h e 8h30. Após o horário, o índice permaneceu próximo ao zero.

No dia 11 de maio, com o rodízio ampliado em vigor, a cidade teve 1 km de trânsito. O prefeito Bruno Covas (PSDB) anunciou neste domingo (17) que o rodízio mais restritivo não surtiu efeito nos índices de isolamento social na cidade de São Paulo e, portanto, seria descartado: “Não tem sentido a gente exigir esse esforço sobrenatural das pessoas se, do ponto de vista prático, a única razão para qual o rodízio foi feito, que é aumentar o isolamento social, não foi cumprida. Continuamos abaixo dos 50%”, disse em coletiva à imprensa.

+ Assine a Vejinha a partir de 6,90

Agora, o rodízio volta a restringir a circulação de veículos de acordo com a placa e o dia da semana, apenas no centro expandido e em horários de trânsito intenso. Apesar da alteração, a SPTrans afirma que manteve o reforço de 1 600 ônibus que foram incluídos na frota operacional. A CPTM também opera com 100% da frota na Linha 11 — Coral e 90% nas Linhas 7 — Rubi e 12 — Safira. As demais linhas do sistema operam com 80% da capacidade. As informações são do G1.

Publicidade