Clique e assine por apenas 5,90/mês

Câmara vai homenagear Átila Iamarino com Medalha Anchieta

Biólogo conta com milhões de seguidores nas redes sociais e ganhou notoriedade com informativos sobre a Covid-19

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 8 out 2020, 18h42 - Publicado em 8 out 2020, 16h41

O pesquisador e biólogo Átila Iamarino será homenageado pela Câmara Municipal de São Paulo com a Medalha Anchieta. O cientista ganhou destaque durante a pandemia da Covid-19 pelos diversos vídeos que publica em seu canal do YouTube a respeito das novidades científicas em torno da doença.

A gratificação, que é considerada a maior honraria da capital paulista, foi proposta pelo vereador Caio Miranda Carneiro (DEM). O projeto foi aprovado e contou apenas com uma abstenção, do parlamentar Rinaldo Digilio (PSL).

Na justificativa da proposição, Carneiro afirma que as habilidades de Iamarino “como comunicador o permitiram levar conhecimento científico para a população acerca da proliferação de doenças contagiosas, tornando-o conhecido nas redes por explicar temas complexos de forma didática”. O cientista conta com cerca de 1,3 milhão de inscritos no seu canal do YouTube e 955 000 seguidores no Instagram.

O texto diz ainda que o pesquisador ajudou “a sociedade e o poder público a orientar a construção de uma política pública que ajude a conter os impactos negativos da disseminação da Covid-19”.

Nos anexos do projeto da Câmara Municipal, consta a assinatura de Átila, que aceitou receber a medalha. A data da cerimônia para a entrega da medalha ainda será definida.

 

Continua após a publicidade
Publicidade