“Bruno Gagliasso não faz mais parte da campanha”, diz banco, após polêmica

A Coordenadoria Especial da Diversidade Sexual (Ceds), órgão vinculado à Prefeitura do Rio de Janeiro, também se manifestou sobre o assunto

Após tuítes antigos de cunho homofóbico do ator Bruno Gagliasso serem expostos na internet, empresas que já fizeram trabalhos com ele têm recebido mensagens com questionamentos sobre o caso. Diante disso, a Coordenadoria Especial da Diversidade Sexual (Ceds), órgão vinculado à Prefeitura do Rio de Janeiro, e o banco Itaú, se pronunciaram sobre o assunto.

Em nota divulgada na noite desta quinta-feira (5), a Ceds informou que a “campanha contra a LGBTfobia que circula na internet, na qual o garoto-propaganda é o ator Bruno Gagliasso, foi produzida pela gestão anterior” e que a “atual gestão da CEDS Rio descontinuou o show “Rio Sem Preconceito” para priorizar os trabalhos sociais de apoio aos vulneráveis e aposta em militantes e ativistas para trazer visibilidade para a causa LGBTI”.

Já o Itaú, por meio de seu Twitter, respondeu a um usuário da plataforma dizendo que não aceita “qualquer tipo de preconceito e discriminação” e que “o ator citado não faz mais parte das campanhas ativas”.

Confira:

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s