Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Bruno Covas terá cortejo fúnebre e será sepultado em Santos, no litoral

Corpo do prefeito será enterrado no mesmo cemitério onde está o avô, Mário Covas, morto há 20 anos pela mesma doença

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 16 Maio 2021, 11h30 - Publicado em 16 Maio 2021, 10h55

O corpo do prefeito Bruno Covas, que morreu na manhã deste domingo (16) após o agravamento de um câncer, será levado do Hospital Sírio Libanês para o Edifício Matarazzo, sede da prefeitura. Às 13h, haverá no hall monumental do terceiro andar uma breve homenagem de familiares e amigos mais próximos.

De acordo com nota da assessoria de imprensa, a entrada será absolutamente restrita aos poucos convidados da família, para não gerar aglomeração em meio à pandemia da Covid-19. A equipe pede que a população não se dirija até o local.

+ Quem é Ricardo Nunes, novo prefeito de São Paulo

Em seguida, em carro aberto, o corpo de Bruno Covas percorre em cortejo algumas das principais vias do centro até a Avenida Paulista (veja o roteiro abaixo). Covas será sepultado na cidade de Santos, terra natal do prefeito, em cerimônia restrita à família. O enterro acontecerá no mesmo cemitério onde está o avô, Mário Covas, que morreu há 20 anos por conta da mesma doença.

A prefeitura de São Paulo vai disponibilizar um link via Youtube para que a cerimônia no Hall Monumental do Palácio Matarazzo seja acompanhada à distância.

Percurso do cortejo com o corpo do prefeito Bruno Covas

– Edifício Matarazzo
– Viaduto do Chá
– Pça Ramos de Azevedo
– R. Conselheiro Crispiniano
-Largo Paissandu
– Av. S. João
– Av. Ipiranga
– R. da Consolação
– Túnel José Roberto Fanganiello Melhem
– Av. Paulista
– Praça Oswaldo Cruz

  • Continua após a publicidade
    Publicidade