Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Bruno Covas anuncia últimos secretários que assumem cargo neste sábado (1º)

Os cinco nomes vieram junto da extinção de quatro pastas para a gestão, como a de Desenvolvimento Urbano

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 30 dez 2020, 20h28 - Publicado em 30 dez 2020, 20h22

O prefeito reeleito Bruno Covas (PSDB) divulgou nesta quarta (30) os cinco últimos nomes que faltavam para completar o secretariado que assumirá a gestão da cidade na sexta, 1º de janeiro.

O tucano, quem enxugou quatro secretarias para o movo mandato, escolheu o advogado Ricardo Tripoli para a Casa Civil, Thiago Milhim, presidente do Podemos, para Esportes, Orlando Faria, atual Casa Civil, para Habitação e Eduardo Castro para Verde e Meio Ambiente. A secretária dos Direitos Humanos e Cidadania, Claudia Carletto, foi mantida no cargo.

Para 2021, deixam de existir as secretarias Especial de Comunicação, Relações Sociais, Desenvolvimento Urbano e de Gestão.

Confira abaixo todas as indicações de Covas.

– Assistência e Desenvolvimento Social: Berenice Gianella
– Casa Civil: Ricardo Tripoli
– Controlador Geral do Município: João Manoel Scudeler de Barros
– Cultura: Ale Youssef
– Direitos Humanos e Cidadania: Claudia Carletto
– Desenvolvimento Econômico e Turismo: Aline Cardoso
– Educação: Fernando Padula
– Esportes: Thiago Milhim
– Fazenda: Guilherme Bueno de Camargo
– Governo: Rubens Rizek Jr
– Habitação: Orlando Faria
– Inovação e Tecnologia: Juan Quirós
– Justiça: Eunice Prudente
– Mobilidade e Transporte: Levi Oliveira
– Obras e Infraestrutura: Marcos Monteiro
– Pessoa com Deficiência: Silvia Grecco
– Procuradora Geral do Município: Marina Magro
– Relações Internacionais: Marta Suplicy
– Saúde: Edson Aparecido
– Segurança Urbana: Elza Paulino de Souza
– Subprefeituras: Alexandre Modonezi
– Urbanismo e Licenciamento: César Azevedo
– Verde e Meio Ambiente: Eduardo de Castro

Assine a Vejinha a partir de 6,90 mensais

  • Continua após a publicidade
    Publicidade