Clique e assine por apenas 6,90/mês

Braço direito de Laurent Suaudeau, Russo morre aos 45 anos

Por Henrique Skujis - Atualizado em 5 dez 2016, 18h52 - Publicado em 9 abr 2010, 17h56

O cearense Antonio Faustino de Oliveira debutou no mundo da gastronomia em 1982 como lavador de pratos do Le Saint Honoré, restaurante do Hotel Le Méridien, no Rio, então chefiado pelo francês Laurent Suaudeau. A admiração mútua tornou-os grandes amigos. Em 1991, ao abrir seu restaurante em São Paulo, Laurent convidou Oliveira para ser seu braço direito. Em 2000, Russo, como Oliveira ficou conhecido, seguiu carreira-solo: foi chef do Emiliano, do Magari e do Al Mirto. Há um ano, passou a cuidar da cozinha do Hotel das Cataratas, em Foz do Iguaçu. Desde então, os dois não haviam mais se visto. No último fim de semana, Laurent finalmente conseguiu visitar Russo. “Ele preparou uma lagosta com geleia de coco e fez um baião de dois delicioso”, lembra Laurent. No domingo, já em São Paulo, o chef francês recebeu um telefonema da mulher de Russo. Um infarto fulminante havia levado seu grande amigo aos 45 anos.

Publicidade