Clique e assine por apenas 6,90/mês

Governo paulista distribui cerca de 600 bombons estampados por mês

Criados em 2007, cubinhos são dados de presente a convidados e anfitriões de outros lugares

Por Mauricio Xavier [com reportagem de Giovana Romani, Isabella Villalba, Mariana Barros e Nathalia Zaccaro] - Atualizado em 5 Dec 2016, 18h04 - Publicado em 21 May 2011, 00h50

Eles costumam circular em reuniões no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista. Chefes de estado são presenteados com caixas contendo seis ou nove unidades. Nas viagens oficiais, Geraldo Alckmin leva alguns para seus anfitriões. Criados em 2007, os bombons estampados com o brasão do estado de São Paulo já viraram tradição. Estima-se que 600 sejam distribuídos todos os meses. A demanda do atual governador, porém, é pequena se comparada à de seus antecessores. “José Serra é um notório chocólatra, mas Alckmin consome pouquíssimo”, conta a doceira Marisa Diniz, da DoceCafé, responsável pela entrega dos cubinhos açucarados no palácio.

Publicidade