Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Assembleia Legislativa suspende atividade após deputado ter coronavírus

A medida será adotada por tempo indeterminado

Por Guilherme Queiroz 17 mar 2020, 15h33

A Assembleia Legislativa de São Paulo, a Alesp, anunciou nesta terça-feira (17) que irá suspender suas sessões ordinárias e visitas públicas a partir da próxima segunda (23). O caso ocorre após o deputado estadual Ataide Teruel (Podemos) informar que teve diagnóstico positivo para o coronavírus, o Covid-19.

A medida será adotada por tempo indeterminado e estão suspensos também eventos coletivos que estavam na agenda da Casa. Os setores administrativos, no entanto, continuarão exercendo suas funções no Palácio 9 de Julho. Será implementado um comitê virtual com a Mesa Diretora e líderes partidários, que irão acompanhar ações que dependam da atuação do Legislativo.

As férias programadas para julho estão adiadas por conta da suspensão das atividades. O público não terá acesso ao prédio, mas deputados, servidores e profissionais de imprensa poderão continuar circulando pelo Palácio. Parlamentares com idade igual ou superior a 60 anos estão desobrigados de exercer suas atividades. Servidores na mesma condição e gestantes, lactantes e portadores de doenças crônicas poderão trabalhar remotamente.

Outra medida é que servidores e parlamentares que fizeram viagens internacionais recentemente serão colocados em licença compulsória por sete dias. “Não há motivo para pânico, mas temos a responsabilidade de adotar, neste momento, medidas para reduzir o fluxo e pessoas na sede do Poder Legislativo e preservar a saúde das pessoas”, informou o presidente da Alesp, Cauê Macris (PSDB).

+ OUÇA O PODCAST #SPsonha

Continua após a publicidade

Publicidade