Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

As variações de preço de imóveis na Rua Fradique Coutinho

Valor tem diferença de até quase 4 000 reais conforme o que há ao redor da localização

Por Fernanda Campos Almeida Atualizado em 22 Maio 2020, 16h42 - Publicado em 15 Maio 2020, 20h51

O que faz com que imóveis semelhantes e na mesma rua tenham grande variação de preço do metro quadrado? “O mercado imobiliário tem um lema que diz ‘tudo é sobre localização’. Até a declividade traz distinção”, explica Deborah Seabra, do DataZAP, que fez o mapeamento da Fradique Coutinho, com 2 200 metros. “Faz toda a diferença morar ao lado da estação de metrô e ter acessibilidade ou morar perto de um cemitério, considerado um ambiente desagradável.” Mas a conta nem sempre é simples. A proximidade de bares e escolas pode contar a favor ou contra, a depender do perfil dos moradores.

Os trechos da Fradique Coutinho com o metro quadrado mais barato têm proximidade com o cemitério e ficam em áreas com ruas de aclive acentuado. Bares e escolas podem ser bem-vistos ou não, dependendo do público. O morador pode ver o barzinho como um ponto de diversão ou apenas um espaço barulhento. Escolas causam muito trânsito, mas morar perto delas pode ser prático para famílias com crianças e há economia no transporte.

O que influencia o ponto mais caro da Fradique Coutinho é a curta distância até a estação de metrô e a proximidade com a Rua dos Pinheiros, considerada polo gastronômico. São um atrativo para moradores sem carro. Restaurante, supermercado e cinema no trecho também contribuem para o valor mais alto do metro quadrado.

Variações de preço do m²: de R$ 12.036,00 (altura rua Natingui, azul escuro na escala) até R$ 15.991,00 (ao lado do metrô, vermelho escuro na escala), para apartamento de dois quartos e uma vaga de garagem.

Confira o que cada trecho oferece:

Publicado em VEJA SÃO PAULO de 20 de maio de 2020, edição nº 2687

+Assine a Vejinha a partir de 6,90

Continua após a publicidade
Publicidade