Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Artista encontra 1 500 exemplares de plantas no Minhocão

Uma expedição foi marcada no domingo (12) pelo projeto Ervas SP para mostrar os vegetais ao público

Por Maurício Xavier (com reportagem de Ana Carolina Soares) Atualizado em 5 dez 2016, 12h38 - Publicado em 2 abr 2015, 21h09

Quem passa pelo inóspito Elevado Costa e Silva não imagina que o viaduto é cheio de vida. Para confirmar, a artista visual Laura Lydia analisou cerca de 1 500 exemplares vegetais que brotaram espontaneamente (o popular mato) no asfalto da via e mapeou quarenta espécies.

+ Vídeo impressionante mostra como plantas carnívoras nascem e se alimentam em imagens aceleradas; assista

+ Feira do Meio Ambiente

No domingo 12, o chamado projeto Ervas SP fará uma expedição pelo local para mostrar as descobertas ao público. Quem participar ganhará um catálogo com fotos e informações sobre as plantas (veja algumas abaixo). Haverá ainda uma projeção de vídeo e uma oficina de desenho.

› Beldroega: da África, chega a produzir 10 000 sementes, que podem fcar dormentes por cerca de vinte anos.

Continua após a publicidade

› Brilhantina: usada para fins ornamentais, exige pouco do solo.

› Carrapicho: da América tropical, tem odor característico e é capaz de produzir até três gerações por ano.

› Erva-diamante: do Peru, é comum em acostamentos e usada na medicina popular.

› Ipê-de-jardim: nativo do México, foi trazido para cá com objetivos ornamentais e hoje é infestação séria em todo o país.

› Grama-forquilha: propaga-se por sementes e é muito disseminada no Brasil.

› Mentinha: exige solos ricos em matéria orgânica e bem supridos de umidade.

Continua após a publicidade

Publicidade