Continua após publicidade

Aneel aprova aumento de tarifas de energia elétrica em São Paulo

Aumento médio para o consumidor será de 12,04%. Nova tarifa será adotada pela Enel a partir de 4 de julho

Por Redação VEJA São Paulo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 29 jun 2022, 11h48 - Publicado em 28 jun 2022, 12h20

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou, nesta terça-feira (28), o reajuste anual de tarifas de energia elétrica em São Paulo e, com isso, haverá aumento médio de 12,04% para o consumidor. A nova tarifa vale a partir de 4 de julho.

+ ANS suspende temporariamente comercialização de 70 planos de saúde

Para alta tensão, o aumento será de 18,03% e, para baixa tensão, de 10,15%. O reajuste é definido pela agência, de acordo com o contrato com a Enel, concessionária responsável pelo fornecimento de energia elétrica em São Paulo.

A Enel informou que o aumento poderia ter sido maior, mas foi possível um reajuste menor devido a aportes do processo de capitalização da Eletrobras no custeio da energia elétrica, e também por conta do repasse de créditos do PIS e COFINS relativos a uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF).

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.