Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Amigo de Covas há 30 anos, secretário Fernando Padula se emociona

Ambos se conheceram no fim da infância e participaram da juventude tucana

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 15 Maio 2021, 11h17 - Publicado em 15 Maio 2021, 11h13

Com os olhos marejados e poucas palavras, o secretário de Educação municipal, Fernando Padula, participou de um evento de vacinação na manhã deste sábado (16). Ao lado do prefeito em exercício, Ricardo Nunes, e do secretário de Saúde, Edson Aparecido, Padula disse: “Este ano completa 30 anos que eu conheço o Bruno. Tenho certeza que ele ficaria muito bravo com a gente, se a gente cancelasse essa agenda”.

Padula, que milita desde pequeno no PSDB, acompanha o drama de Covas desde o início da doença, diagnosticada em novembro de 2019. Na época, levou um grupo de amigos em comum para se encontrar com o prefeito, ainda no Hospital Sírio-Libanês. Ele também é próximo da mãe de Covas, Renata.

Em sua primeira entrevista como secretário da Educação, ainda em janeiro deste ano, Padula conversou com Vejinha e comentou sobre a aproximação com o prefeito.

Questionado se a amizade de ambos influenciou na sua nomeação, o atual chefe da pasta afirmou que não. “Precisa perguntar para o prefeito. Eu acredito que esse convite tenha a ver com a atuação que tive por vinte anos como servidor público. Tenho duas passagens por secretarias estaduais, da Educação e da Assistência e Desenvolvimento Social, além do Arquivo Público do estado. A relação de amizade me dá um maior peso. Tenho uma obrigação maior de ir bem. Ele não me escolheu por eu ser amigo dele. Foi pelo meu conhecimento”.

 

 

Continua após a publicidade

Publicidade