Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Militares americanos rendem suspeito de terrorismo em trem na França

Marroquino abriu fogo contra passageiros e foi detido por dois oficiais dos Estados Unidos

Por Veja São Paulo Atualizado em 5 dez 2016, 12h09 - Publicado em 22 ago 2015, 14h08

Um homem suspeito de terrorismo foi detido por dois militares americanos dentro de um trem que viajava de Amsterdã, na Holanda, para Paris, na França. De acordo com a imprensa internacional, o suspeito portava uma AK-47 e uma pistola. Ele abriu fogo e duas pessoas ficaram feridas antes que três americanos, sendo dois oficiais, conseguissem render o indivíduo.

+ Confira as últimas notícias da cidade

Ainda segundo a imprensa internacional, o suspeito é um marroquino de 26 anos. A imprensa francesa informou que o indivíduo afirmou à polícia que não é um terrorista. No entanto, ele pretendia assaltar o trem da empresa Thalys e encontrou as armas por acaso em um parque em Buxelas, na Bélgica.

+ Depois de dezoito horas de trabalho de parto, nasce filha de Bella Falconi

Já a Associated Prees cita que, de acordo com oficiais da Espanha, um suspeito, provavelmente a mesma pessoa detida nessa sexta, morou no sul do país em 2014 até mudar-se para França. De lá, viveu na Síria antes de retornar para território francês, este ano. O governo da França afirma que pode se tratar do mesmo marroquino alertado pelo governo espanhol. Porém, não informou se o indivíduo estava sendo monitorado.

A polícia da Bélgica também iniciou suas investigações, já que o suspeito embarcou naquele país.

Atentado

O tiroteio começou no último vagão do trem que levava 554 passageiros, pouco antes das 18h de sexta (21), horário de Paris, e por volta das 14h do Brasil. O homem portava diversas armas, como uma AK-47, uma pistola automática e giletes.

Dois militares, Spencer Stone e Alek Skarlatos, viajavam ao lado do amigo de infância Anthoy Sadler quando ouviram os tiros. Os três conseguiram imobilizar o rapaz com a ajuda do britânico Chris Norman. Stone foi o único ferido. O trem fez uma parada de emergência em Arras, já na França, para atendimento de feridos. A maioria dos passageiros estava em estado de choque. Eles chegaram esta manhã em Paris, onde foram recebidos com alimentação e auxilios com hoteis e táxis.

Continua após a publicidade
Publicidade