Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Adolescente de 14 anos mata o pai em condomínio fechado no interior

De acordo com a Polícia, o empresário agredia a família e o garoto teria atirado para proteger a mãe

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 4 ago 2021, 11h06 - Publicado em 4 ago 2021, 10h00

Um adolescente de 14 anos matou o pai a tiros na tarde de terça-feira (3) em um condomínio de Valinhos, no interior de São Paulo. A Polícia Militar informou que foi chamada para atender a uma ocorrência de violência doméstica. O filho teria atirado no pai após o homem agredir a mulher.

O corpo do empresário ficou caído na garagem de casa, localizada em um condomínio fechado de alto padrão. Quando o socorro chegou, ele já estava morto. De acordo com a Polícia, armas foram apreendidas no local. Por volta das 19h, o corpo foi retirado da casa. O empresário morto era conhecido na região e colecionava carros de luxo.

LEIA TAMBÉM: Tragédia na Granja Viana: homem mata a mulher, policial e morre

“Segundo os policiais que atenderam a ocorrência, o homem cometia agressões constantes à esposa e ao filho, havia muita violência física e psicológica. Hoje, o adolescente, não suportando mais a situação, pegou uma das armas e atirou contra o pai, que veio a óbito no local”, disse o tenente Maxwel da Polícia Militar ao programa Brasil Urgente. O caso foi registrado na Delegacia de Valinhos. 

  • Continua após a publicidade
    Publicidade