Clique e assine por apenas 6,90/mês

Moradores capturam e amarram pés e mãos de acusado de estupro no litoral

Homem é acusado de ter agarrado adolescente de 16 anos e a levado para matagal; ela conseguiu se desvencilhar e gritou por socorro

Por Estadão Conteúdo - Atualizado em 27 Dec 2016, 14h59 - Publicado em 9 Nov 2016, 17h35

Suspeito de tentar estuprar uma adolescente de 16 anos, um homem foi dominado por moradores e amarrado fortemente até a chegada da Polícia Militar, no início da noite de terça (8), em Itanhaém, litoral sul do estado. O suspeito, que vestia apenas bermuda e tênis, teria seguido a jovem até o bairro Santa Cruz. Quando ela caminhava pela avenida Albert Sabin, ele a agarrou e tentou arrastá-la para um matagal, tapando sua boca com uma das mãos. 

+ Sítio usado por PMs tinha cal e munição

A adolescente conseguiu se desvencilhar e gritou por socorro. Populares correram atrás do suspeito e conseguiram derrubá-lo. Em seguida, usaram uma cinta e um cordão para amarrar os pés e as mãos do homem. Ele ficou imobilizado até a chegada da Polícia Militar. O suspeito passou por exame de corpo de delito e, segundo a PM, não apresentava sinais de agressão. A vítima disse aos policiais que o mesmo homem já havia tentado agarrá-la em outra ocasião. 

+ Horário de fechamento da Paulista aos domingos é estendido

A identidade do acusado não foi divulgada e a Polícia Civil apura se há outras vítimas. De acordo com a investigação do 2.º Distrito Policial, o suspeito não registra antecedentes criminais. Uma série de ataques a mulheres vem sendo investigada na cidade. O último registro aconteceu no dia 25 de outubro, quando uma mulher de 23 anos foi vítima de estupro em outra região da cidade. A polícia informou que os dois casos não têm relação.

 

Publicidade