Clique e assine por apenas 6,90/mês

Acervo de Antônio Nóbrega aberto ao público no Instituto Brincante

Por Daniel Nunes Gonçalves [Filipe Vilicic, Giovana Romani, Giuliana Bergamo e Sara Duarte] - Atualizado em 5 Dec 2016, 19h41 - Publicado em 18 Sep 2009, 20h20

Quer estudar a partitura de um frevo? Pesquisar livretos portugueses do século XIX que deram origem aos cordéis nordestinos? Assistir a apresentações de danças de roda do interior do país? A partir desta segunda (15), o acervo do multiartista pernambucano Antônio Nóbrega estará disponível aos interessados em cultura popular brasileira. Basta agendar uma visita ao Instituto Brincante (Rua Purpurina, 414, 3816-0575), vizinho ao teatro de mesmo nome, para ter acesso a 5 000 livros, 500 partituras e centenas de gravações de áudio e vídeo. “Agora, nosso teatro-escola também virou instituto de pesquisa”, diz Nóbrega, que movimenta aquele pedaço da Vila Madalena há dezesseis anos. Além de obras de autores como Mário de Andrade e Câmara Cascudo, o novo Centro de Documentação, Pesquisa e Referência em Cultura Popular Brasileira – que custou 250 000 reais ao Instituto C&A – inclui registros dos dezoito espetáculos e de viagens feitas por Nóbrega em seus trinta anos de carreira.

Publicidade