Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

17 pessoas dadas como desaparecidas na Baixada são encontradas em casa

Dados do SUS e da prefeitura do Guarujá foram cruzados e checagem foi feita por telefones cadastrados

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 11 mar 2020, 19h02 - Publicado em 11 mar 2020, 18h49

A Defesa Civil informou nesta quarta-feira (11) que o número de desaparecidos na Baixada Santista caiu de 34 para 17 após as autoridades cruzarem dados do SUS com informações da prefeitura do Guarujá. Dezessete pessoas que estavam na lista foram localizadas por telefone.

Até o momento, a tragédia que ocorreu após as chuvas do dia 3 de março resultou em 44 mortes no litoral. Grande parte dos óbitos se concentra no Guarujá, com 33 vítimas fatais. Em Santos, foram registradas oito mortes e em São Vicente, outras três. Entre os desabrigados, 269 são de Guarujá e 214 de Santos.

De acordo com informações do Governo do Estado, os afetados pelas chuvas receberam 34,2 toneladas de itens de ajuda humanitária, como colchões e produtos de higiene básica. Equipes do Instituto Geológico e do Instituto de Pesquisas Tecnológicas reforçaram as equipes técnicas municipais nas avaliações das áreas afetadas e no monitoramento do risco nos locais de buscas, que seguem durante esta semana.

  • Publicidade