Clique e assine por apenas 6,90/mês
Você É o Repórter Por Blog Entrevistas com famosos

Restart: “Vamos investir na carreira internacional”

Pe Lu, Pe Lanza, Koba e Thomas são os responsáveis pelas roupas, tênis coloridos e músicas que fazem parte da vida de boa parte dos adolescentes. Sucesso com músicas como ‘Levo Comigo’ e ‘Recomeçar’, a banda Restart escalou o vocalista e guitarrista Pe Lu para responder perguntas enviadas pelos leitores de VEJA SÃO PAULO. Por […]

Por admin - Atualizado em 27 fev 2017, 13h28 - Publicado em 5 nov 2010, 15h23
Restart: "Nossa roupa representa muito do que somos"

Restart: CD com seis canções em espanhol sai até o fim de novembro (Foto: Lailson Santos)

Pe Lu, Pe Lanza, Koba e Thomas são os responsáveis pelas roupas, tênis coloridos e músicas que fazem parte da vida de boa parte dos adolescentes. Sucesso com músicas como ‘Levo Comigo’ e ‘Recomeçar’, a banda Restart escalou o vocalista e guitarrista Pe Lu para responder perguntas enviadas pelos leitores de VEJA SÃO PAULO.

Por que decidiram formar a banda? (Julia Luri Towata Ota , Paraíso, SP)
Pe Lu – Sempre gostamos de música e tivemos o sonho de ter uma banda, viver disso e levar nosso som para o máximo de pessoas possível. Somos apaixonados pelo que fazemos e temos essa vontade desde cedo.

Alguém já saiu da banda e deixou de falar com vocês?
(Amanda Bezerra, Guarujá, SP)
Pe Lu – Já tivemos diversas bandas. Trabalhamos os quatro juntos e separados. Nesse meio tempo conhecemos algumas pessoas e nos separamos de outras. Acredito que esse processo seja algo natural.

Muitas fãs gostariam de estar com vocês. Como acham que elas reagiriam caso vocês arranjassem namoradas? (Gabriela Souza Silva, Santo Amaro, SP)
Pe Lu – Acho que no começo talvez rolasse um ciúme natural, mas acredito que depois elas nos apoiariam. Nossos fãs são muito compreensivos e quando estamos felizes eles ficam também.

Por que Restart se tornou essa febre adolescente? (Natália Romão, Mooca, SP)
Pe Lu – Acredito que seja pela sinceridade com que fazemos as coisas e a verdade que passamos em nossas músicas. Nossas atitudes acabam atraindo as pessoas e fazendo com que elas se identifiquem com a gente. Costumamos dizer que o importante é fazer tudo com amor, vontade e verdade. Com esses três elementos tudo tende a dar certo.

Continua após a publicidade

Vocês ficariam com uma fã? (Samantha Aquino, São Sebastião, SP)
Pe Lu – Claro! Se rolar um clima e o assunto fluir, por que não?

Alguma coisa da fama atrapalha a vida pessoal de vocês? (Gabi de Haas, por e-mail)
Pe Lu – Abrimos mão da vida pessoal para poder viver nosso sonho. Já que optamos por isso não temos do que reclamar, afinal, estamos conquistando o que buscávamos. Estamos muito felizes!

Vocês pretendem gravar um CD só com músicas em espanhol? (Luiza Cerniauskas, Liberdade, SP)
Pe Lu – Vamos lançar até o final do mês um CD chamado ‘Restart By Day’ que vai contar com seis músicas em espanhol e cinco em português. Vamos investir numa carreira internacional e este é nosso primeiro passo.

É verdade que existe uma rivalidade entre vocês e a banda Cine? (@ricardodelfino, via Twitter)
Pe Lu – Não, pelo contrário. Somos amigos e respeitamos muito o trabalho uns dos outros.

Por que vocês escolheram este modo colorido (e muito legal) de se vestir? (@leticia_rovatti)
Pe Lu – Obrigado pelo legal. Sempre gostamos de nos vestir assim e acho que a nossa roupa representa muito do que somos. Ela tem o poder de passar a mensagem que queremos: ‘Seja feliz sendo o que você é’. Isso é algo natural, vestimos o colorido porque gostamos, se um dia esse estilo não combinar mais com a gente vamos parar também.

Tem alguma coisa que acham que nunca vão conseguir fazer na carreira? (Denise Porto de Oliveira, Carapicuíba, SP)
Pe Lu – ‘Nunca diga nunca.’ É o que dizem, não é? Não paramos de sonhar nem um segundo e acho que esse é o principal combustível da banda Restart. Coisas vão dar certo e outras não. O importante mesmo é não desistir.

Continua após a publicidade
Publicidade