Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Viajar e Curtir Por Blog Tudo o que é preciso saber antes de embarcar para a viagem dos sonhos

12 exemplos de ciclovias bacanas pelo mundo

Os carros estão perdendo espaço em grandes cidades. Em São Paulo, a rede de ciclovias ultrapassou os 300 quilômetros. Apesar da resistência de muitos paulistanos, a nova modalidade de transporte tem alterado o cenário urbano. + Tribunal de Justiça nega recurso da Promotoria contra ciclovias Na Europa, locais como Amsterdã e Barcelona já implantaram a cultura da […]

Por pedrotavares Atualizado em 26 fev 2017, 14h51 - Publicado em 4 set 2015, 15h26
(Foto: Robert Couse-Baker, no Flickr)

Conheça locais para andar de bike (Foto: Robert Couse-Baker/ Flickr)

Os carros estão perdendo espaço em grandes cidades. Em São Paulo, a rede de ciclovias ultrapassou os 300 quilômetros. Apesar da resistência de muitos paulistanos, a nova modalidade de transporte tem alterado o cenário urbano.

+ Tribunal de Justiça nega recurso da Promotoria contra ciclovias

Na Europa, locais como Amsterdã e Barcelona já implantaram a cultura da bicicleta há tempos. Em outras regiões do mundo, o mesmo foi feito. Por isso, o blog listou doze ciclovias para visitar em uma eventual viagem fora da capital.

+ Prefeitura vai construir ciclovia no canteiro central da Doutor Arnaldo

Amsterdã: praticamente uma unanimidade entre os holandeses, a bicicleta se mostra uma opção quase sempre melhor do que o carro por ali, principalmente na capital. Amsterdã tem 800 000 habitantes e 500 quilômetros de ciclovias.

(Foto: Javier Vieras, no Flickr)

A capital mundial das bicicletas (Foto: Javier Vieras/ Flickr)

Barcelona: São 150 quilômetros de vias para ciclistas. Mais de 40% dos deslocamentos são feitos a pé ou de bicicleta. Além disso, a capital do estado da Catalunha conta com 400 estações de empréstimo de bicicletas.

(Foto: JasonParis, no Flickr)

Barcelona conta com sistema de aluguel de bikes (Foto: JasonParis/ Flickr)

Berlim: Na capital alemã, há cerca de 650 quilômetros de ciclovias, que interligam diversos pontos da cidade. Um bom roteiro é utilizar a estrutura para fazer um passeio através das ruínas do muro.

Um passeio de bicicleta na capital alemã é uma boa forma de conhecer a cidade (Foto: Christian Benseler, no Flickr)

Um passeio de bicicleta na capital alemã é uma boa forma de conhecer a cidade (Foto: Christian Benseler/ Flickr)

+ O teste das ciclovias da cidade

Bogotá: a capital da Colômbia tem um dos sistemas de transporte público mais modernos da América Latina e, claro, não deixa as ciclovias de lado. São mais de 300 quilômetros dedicados aos amantes da magrela.

(Foto: TEDxBogotá, no Flickr)

Bogotá tem um dos sistemas de transporte público mais modernos da América Latina (Foto: TEDxBogotá/ Flickr)

Buenos Aires: os hermanos ainda não contam com o sistema tão amplo, mas estão se esforçando para aproximar a cidade dos ciclistas. Já são mais de 70 quilômetros que ligam os bairros Retiro, Parque Lezama, Puerto Madero e Palermo Viejo. Uma ótima dica para um roteiro turístico alternativo.

Ciclovias estão ganhando espaço em Buenos Aires (Foto: jglsongs, no Flickr)

Ciclovias estão ganhando espaço em Buenos Aires (Foto: jglsongs/ Flickr)

Continua após a publicidade

Copenhague: Além dos 350 quilômetros de ciclovias, a capital da Dinamarca conta com 40 quilômetros de ciclovias “verdes”. São vias em locais que não possuem trânsito de automóveis.

As bikes fazem sucesso na capital da Dinamarca (Foto: jill, no Flickr)

As bikes fazem sucesso na capital da Dinamarca (Foto: jill/ Flickr)

+ Um roteiro barato para aproveitar o verão de Nova York

Curitiba: a capital do Paraná possui mais de 120 quilômetros de vias destinadas a ciclistas. De acordo com o governo municipal, o plano é chegar a 427 quilômetros até o ano que vem e se tornar a cidade brasileira com maior espaço para as bicicletas.

Curitiba também tem planos para expandir ciclovias (Foto: mariordo59, no Flickr)

Curitiba também tem planos para expandir ciclovias (Foto: mariordo59/ Flickr)

Rio de Janeiro: trata-se de uma das cidades brasileiras com o maior número de bicicletas: são 3 milhões, praticamente o dobro do número de automóveis. Um passeio na orla de praias como Ipanema e Leblon, parte dos 240 quilômetros de ciclovias da cidade, é imperdível.

O Rio tem uma das paisagens mais bonitas do mundo para apreciar de bicicleta (Foto: Eduardo Otubo)

O Rio tem uma das paisagens mais bonitas do mundo para apreciar de bicicleta (Foto: Eduardo Otubo)

+ Seis pontes modernas para cruzar ao redor do mundo

Munique: outra cidade alemã, a capital do estado da Baviera conta com um número impressionante: 1 200 quilômetros de ciclovias para a população de quase 1,5 milhão de pessoas. Além dos pontos de empréstimo de bicicletas, há um sistema on-line em que é possível traças rota sobre duas rodas.

Munique tem mais de mil quilômetros de ciclovias (Foto: veroyama, no Flickr)

Munique tem mais de mil quilômetros de ciclovias (Foto: veroyama, no Flickr)

Nova York: a Big Apple possui mais de 400 quilômetros de ciclovias, especialmente nas regiões do Central Park, Brooklyn, Governors Island e às margens do Rio Hudson. Também há um considerável número de ciclovias “verdes”, como em Copenhague.

A Governor's Island é um dos pontos mais procurados por ciclistas (Foto: Ken Zirkel, no Flickr)

A Governor’s Island é um dos pontos mais procurados por ciclistas (Foto: Ken Zirkel/ Flickr)

Paris: é responsável pelo maior sistema de empréstimo de bicicletas do mundo: o Velib. O projeto acumula mais de 100 milhões de viagens e 20 000 bikes à disposição dos moradores e turistas em cerca de 1 800 estações. De ciclovias já são aproximadamente 700 quilômetros.

A Velib é uma das sensações de Paris (Foto: Jean-François Gornet, no Flickr)

A Velib é uma das sensações de Paris (Foto: Jean-François Gornet/ Flickr)

+ Cervejas e quadrinhos: um roteiro em Bruxelas

Nuenen: outra cidade holandesa merece lugar na lista. A 120 quilômetros da capital, Nuenen tem uma ciclovia inspirada na obra A Noite Estrelada (The Starry Night), de Van Gogh. A via conta com um sistema que capta a energia solar e brilha ao anoitecer. Um lindo e imperdível passeio.

A ciclovia iluminada (Foto: Reprodução)

A ciclovia iluminada (Foto: Reprodução)

Continua após a publicidade
Publicidade