Clique e assine por apenas 6,90/mês
Blog da Vejinha Por Blog Novidades, curiosidades e promoções

Cinco pessoas que morreram no Twitter (mas estavam vivas)

Por Anna Carolina Oliveira Nesta terça (28), o ator Amin Khader virou trending topic no Twitter após a notícia de que havia abotoado o paletó de madeira. Foi mais um numa longa lista de personalidades que morreram na rede social, apenas para horas depois alguém descobrir que continuavam vivinhas e quen-ti-nhas da Silva. Na lista […]

Por VEJASP - Atualizado em 27 Feb 2017, 13h11 - Publicado em 28 Jun 2011, 16h00

Por Anna Carolina Oliveira

E teve boatos: enquanto os tuiteiros choravam sua morte, Amin exibia a invejável forma física na orla carioca (foto: reprodução)

Nesta terça (28), o ator Amin Khader virou trending topic no Twitter após a notícia de que havia abotoado o paletó de madeira. Foi mais um numa longa lista de personalidades que morreram na rede social, apenas para horas depois alguém descobrir que continuavam vivinhas e quen-ti-nhas da Silva. Na lista a seguir, ele e mais quatro famosos cujos boatos de falecimento movimentaram a web. Quem será a próxima vítima, hein, gente?

1. Amin Khader
É sempre difícil saber como um boato começa. No caso de Amin, o promoter David Brazil confirmou a morte pela manhã no seu perfil do Twitter. “É com enorme dor no coração que infelizmente confirmo que meu amigo de fé, irmão camarada, Amin Khader nos deixou nesta madrugada”, divulgou no microblog. Minutos depois, David foi surpreendido com a figura do próprio amigo correndo na praia. E não, não era uma aparição sobrenatural.

Brazil postou a imagem, acompanhada de um texto em tom de irritação (ou, pelo menos, queria parecer bravo). Sua declaração: “POR CAUSA DE UMA PEGADINHA DE PÉSSIMO GOSTO E A LOUCURA DE APARECER COM POLEMICA, O AMIM PERDEU UM GRANDE AMIGO, QUE VIVA EM PAZ!” (sic).

Continua após a publicidade

2. Marlene Mattos
Reunidos numa festa, um grupo de tuiteiros de elite (ou seja, gente com algumas dezenas de milhares de seguidores) resolveram brincar de matar alguém. A vítima escolhida foi a ex-diretora e ex-braço direito de Xuxa, Marlene Mattos. Restou a Rosana Hermann (@rosana), figura carinhosamente chamada de “síndica do Twitter”) publicar que haviam ligado para Marlene para checar. E ela? “Morri, p… nenhuma”, declarou, no melhor estilo sargento-sem-coração que a tornou famosa.

+ Dez lendas urbanas dos anos 80
+ As 10 coisas mais irritantes do Facebook

3. Max Fivelinha
Dessa vez o microblog teve um comparsa, ainda que involuntário: a wikipédia. Em 14 de abril deste ano, quem entrasse na página referente ao ex-VJ da MTV Max Fivelinha lia sua data de nascimento e de morte. Com isso, no dia seguinte, a notícia da (falsa) morte virou trending topic.

+ “Já comprei fiado”, diz Val Marchiori

4. Mick Jagger
E não foram só as personalidades brasileiras que sofreram com os boatos de morte no Twitter. Nos EUA, uma das vítimas foi o líder dos Rolling Stones. Tudo teria começado depois da apresentação de Mick Jagger no Grammy, quando o famoso fez um tributo a Solomon Burke, falecido em 2010. Um DJ de uma rádio comentou o fato e escreveu no seu microblog “Pensei que isso fosse para os que estão realmente mortos. Não para os mortos vivos. Descanse em paz, Mick Jagger”. O tweet foi divulgado e os fãs do artista começaram a (em vão) lamentar a “morte” do ídolo.

+ Os 5 verbos mais feios da era da internet
+ Glossário do futebol para namoradas

5. Sérgio Mallandro
Em maio quem foi vítima de uma “pegadinha do Twitter” foi o humorista Sérgio Malandro. Inventaram que ele havia morrido no Hospital Albert Enstein. Ao perceber que seu nome era um dos mais citados do dia, o bem vivo Serginho Malandro tuitou com muito humor “Ráááá Yeah Yeah! Obrigado Twitteiros Glu Glu’s e Yeah Yeah’s!”.

Publicidade