Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Tudo Sobre Cinema

Telecine estreia comédia inédita com Samantha Schmütz e Edmilson Filho

Saque a um mercado dá início a Não Vamos Pagar Nada, que tem uma história divertidamente absurda, inspirada em peça de Dario Fo

Por Miguel Barbieri 15 out 2020, 13h04

Autor de mais de quarenta peças, entre elas a obra-prima Morte Acidental de um Anarquista, o italiano Dario Fo (1926-2016) escrevia textos recheados de críticas à corrupção, à igreja católica e, simpatizante do socialismo, era um defensor dos trabalhadores.
Elementos da commedia dell’arte, um gênero popular, aliado a situações que beiram o nonsense e o surrealismo também estão presentes nas encenações. E é assim que precisa ser encarada a comédia inédita Não Vamos Pagar Nada, adaptação de Não Pagamos? Não Pagamos, escrita por Fo em 1974.

O filme marca a estreia no cinema de João Fonseca (diretor de espetáculos como Tim Maia e Cazuza) e chegou ao canal e ao streaming do Telecine – dá para ver pelo Telecine no NOW.

+Assine a Vejinha a partir de 6,90

Na trama, Antônia (Samantha Schmütz) lidera uma revolta num supermercado após o novo dono aumentar o preço dos produtos. O quiprocó termina com a loja saqueada. Ela está à procura de trabalho e o marido (Edmilson Filho) não recebe o salário há seis meses. Quando policiais surgem no bairro para investigar o roubo, Antônia e uma amiga (Flávia Reis) inventam uma gravidez escondendo na barriga a mercadoria furtada. Com diálogos ágeis, a história funciona como entretenimento e propõe uma reflexão sobre as dificuldades da classe operária, combalida pelo desemprego e pela exploração capitalista.

  • Quer me seguir nas redes sociais? Anote: 

    Facebook: facebook.com/paginadoblogdomiguel
    Twitter: @miguelbarbieri
    Instagram: miguelbarbieri
    YouTube: Miguel Barbieri Jr. 

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade