Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Tudo Sobre Cinema

Por onde anda Mel Gibson, protagonista dos três primeiros filmes da cinessérie Mad Max?

Hollywood não perdoa. A frase vem bem a calhar quando astros do porte de Mel Gibson ou Lindsay Lohan cometem alguns “deslizes” e vão parar na geladeira do celuloide. O caso do ator é ainda mais grave porque, ao contrário de Lindsay, Gibson foi, realmente, uma estrela nas décadas de 80 e 90, além de […]

Por Miguel Barbieri Jr. Atualizado em 26 fev 2017, 16h37 - Publicado em 15 Maio 2015, 18h39

Hollywood não perdoa. A frase vem bem a calhar quando astros do porte de Mel Gibson ou Lindsay Lohan cometem alguns “deslizes” e vão parar na geladeira do celuloide. O caso do ator é ainda mais grave porque, ao contrário de Lindsay, Gibson foi, realmente, uma estrela nas décadas de 80 e 90, além de ter sido considerado um dos homens mais bonitos do mundo.

Com a estreia do sensacional Mad Max – Estrada da Fúria, muita gente deve ter ficado curiosa em saber por onde anda o protagonista dos três episódios anteriores. Estrelados por Mel Gibson, então em início de carreira, Mad Max (1979) e Mad Max – A Caçada Continua (1981) levaram o ator, criado na Austrália, ao grande time de Hollywood – Mad Max – Além da Cúpula do Trovão foi lançado em 1985. Dois anos depois, Gibson explodiu no primeiro filme da série Máquina Mortífera.

Mel Gibson foi um dos maiores astros das décadas de 80 e 90

Mel Gibson foi um dos maiores astros das décadas de 80 e 90

Engatilhando um sucesso atrás do outro (seja em fitas de ação, dramas ou romances), o ator foi perdendo espaço para as novas gerações e, devido a declarações polêmicas e problemas com o alcoolismo, acabou colocado de escanteio. Gibson já deu entrevistas ofendendo homossexuais e judeus e, não raro, envolveu-se em brigas, pendengas judiciais e acidentes de trânsito. Embora A Paixão de Cristo, de 2004, tenha forrado seus bolsos de dólares, o filme desagradou a muitos produtores por seus viés antissemita.

De lá para cá, a carreira de Gibson seguiu ladeira abaixo. Para se ter uma ideia, até 2010 Gibson não fez absolutamente nada como intérprete – em 2006, dirigiu o totalmente ignorado Apocalypto, falado na língua maia (!). Nem mesmo Jodie Foster, sua (ainda) grande amiga, conseguiu ajudá-lo. Dirigido por ela em 2011, o bom drama psicológico Um Novo Despertar passou em brancas nuvens. Plano de Fuga e Machete Mata foram pelo mesmo caminho.

Num look Papai Noel, Gibson apareceu no Festival de Cannes de 2014

Num look Papai Noel, Gibson apareceu no Festival de Cannes de 2014

Pode-se dizer que Sylvester Stallone (quem diria…) foi o “salvador” de Mel Gibson quando lhe ofereceu papel, até grandinho, em Os Mercenários 3, lançado no ano passado. Gibson já filmou Blood Father, mas ainda não há previsão de lançamento. Como diretor, seu próximo trabalho deverá ser Hacksaw Ridge, estrelado por Andrew Garfield e previsto para ser rodado em 2016.

Continua após a publicidade

Sob os holofotes: Gibson apareceu de surpresa na pré-estreia de Mad Max e posou ao lado do diretor George Miller e do ator Tom Hardy

Sob os holofotes: Gibson apareceu de surpresa na pré-estreia de Mad Max e posou ao lado do diretor George Miller e do ator Tom Hardy

Enquanto isso, o ex-futuro astro consegue manter-se sob os holofotes à custa dos outros. Na semana passada, Gibson apareceu de surpresa na pré-estreia, em Los Angeles, de Mad Max – Estrada da Fúria. Posou, inclusive, ao lado do diretor George Miller e do novo protagonista da cinessérie, Tom Hardy. Gibson estava bonitão. Aos 59 anos, raspou a imensa barba branca, tingiu os cabelos e arregalou seus (ainda) lindos olhos azuis para os fotógrafos.

+ Saiba quem é a atriz que vai interpretar Jackie Kennedy no cinema

Leia também:

Confira o novo trailer e a data de estreia da animação Minions

Transformação de Charlize Theron surpreende em Mad Max – Estrada da Fúria

Cinemark vai exibir documentário inédito sobre Kurt Cobain, líder do Nirvana

Quer ter informações diárias sobre cinema? Então venha curtir a página do meu blog no Facebook. E me siga no Twitter!

Continua após a publicidade

Publicidade