Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Tudo Sobre Cinema

Netflix: viaje pelo mundo em 65 filmes de 32 países

Confira a lista com bons títulos do Japão, Turquia, Espanha, França, Argentina, Polônia, Alemanha...

Por Miguel Barbieri Atualizado em 29 abr 2020, 19h18 - Publicado em 29 abr 2020, 19h05

A Netflix tem muuuuitos filmes e séries e, assim como você, me perco diante de tantas opções. Mas uma das melhores coisas da plataforma digital é que você pode viajar sem sair de casa, ainda mais nesta época de quarentena.

Há filmes de países que, talvez, você nunca pensou em assistir, como Polônia, República Checa, Colômbia…. Mas o sucesso do turco Milagre da Cela 7 provou que as fronteiras foram abertas.

Abaixo, você confere uma seleção de 63 filmes (e duas séries), vindas de 32 países. Boas sessões.

1 – ESPANHA 

Viver Duas Vezes > Entre o humor e o drama, a história mostra o processo de perda de memória do professor de matemática aposentado Emilio (Oscar Martínez). Solitário e ranzinza, ele quer realizar um último desejo antes de as lembranças sumirem completamente: reencontrar seu primeiro amor.

O Bar > Um cliente é morto na porta de um bar em Madri. O tiro veio de lugar incerto. À espera da polícia ou de algum tipo de socorro, os fregueses decidem fechar-se no estabelecimento, mas embarcam numa paranoia coletiva. Tensão, humor e ritmo agitado numa história alucinante.

Um Contratempo > Um casal de amantes provoca um acidente de carro com vítima. Meses depois, a mulher é encontrada morta num hotel. Ele (Mario Casas) se torna o principal suspeito e contrata uma advogada para defendê-lo. Mas há muita sujeira varrida para debaixo do tapete.

Árvore de Sangue > O diretor e roteirista Julio Medem (de Lúcia e o Sexo) traz uma trama almodovariana, repleta de surpresas e reviravoltas. Basicamente, trata-se de um casal que decide escrever as memórias de suas famílias, ligadas por romances proibidos e traições.

Quem Você Levaria para uma Ilha Deserta? > Dois rapazes e uma moça dividiram um apartamento por anos. Como cada um vai seguir seu rumo, resolvem fazer uma espécie de jogo da verdade, que desemboca em consequências dramáticas. A peça teatral virou um filme surpreendente.

2 – FRANÇA

Lolo – O Filho da Minha Namorada > A quarentona Violette passa férias de verão na praia quando conhece Jean-René (Dany Boon). Divorciado, o cara é caipira, brega e sensível às paixões. Quando ele muda para Paris, o então improvável caso de amor engrena. Mas há uma pedra no sapato no relacionamento: Lolo (Vincent Lacoste), o ciumento e possessivo filho de Violette.

Em Toda Parte > Ator, diretor e roteirista, Yvan Attal desconstrói sua origem judaica em divertidos episódios. Corrosiva, a sátira incide em clichês sobre os judeus e, vale o aviso, pode ser agressiva para alguns.

O Preço do Sucesso > O versátil e talentoso Tahar Rahim interpreta Brahim, um comediante de stand-up que, cansado das pressões feitas por seu irmão (Roschdy Zem), pensa em demiti-lo do cargo de empresário. Isso, porém, pode acarretar uma série de transtornos e detonar uma crise na família árabe. Sem estereótipos, é uma incursão polpuda no universo muçulmano de Paris.

Monsieur & Madame Adelman > O drama traz a trajetória de décadas de um casal às voltas com paixões, perdas, frustrações, danos, traição e morte.

3- MÉXICO 

Roma > Produzido pela Netflix, o excelente drama do diretor mexicano Alfonso Cuarón enfoca o drama de uma babá na década de 70. O filme é inspirado nas memórias do próprio cineasta e, na minha opinião, foi o melhor de 2018.

7:19 > Em 19 de setembro de 1985, a Cidade do México foi abalada por um terremoto de magnitude 8,3 na escala Richter. O drama concentra-se na sobrevivência de dois homens, soterrados pelos escombros.

Perfeitos Desconhecidos > A comédia dramática já foi adaptada por vários países, mas a versão mexicana é uma das melhores. O ponto de partida é um jantar entre amigos — três casais e um solteirão. Uma das mulheres propõe, então, um jogo: todos devem deixar o celular na mesa e mostrar aos colegas as mensagens que receberem.

4 – ALEMANHA

Familiye >  Danyal saiu da cadeia em liberdade condicional e precisa ficar de olho em seus dois irmãos mais novos: Miko (Arnel Taci) está sendo cobrado por dívidas de jogo e Muhammed, portador da síndrome de Down, corre o risco de ir morar numa instituição a pedido da Justiça.

Sequestrando Stella > A jovem Stella (Jella Haase) é raptada por dois homens encapuzados e levada para um apartamento. No cativeiro, é amarrada a uma cama sem nenhuma chance de fuga. Enquanto um dos sequestradores sai de lá para pedir o resgate ao pai dela, o outro se mete num impasse.

Isi & Ossi > A alemã Isi (Lisa Vicari) vem de uma família milionária e quer o dinheiro de sua poupança para fazer um curso de gastronomia. Seus pais são radicalmente contra. A jovem, então, tem uma ideia. Ao conhecer o pobretão Ossi (Dennis Mojen), ela faz um acordo para que, em troca de grana, ele se passe por seu namorado e, assim, prejudique a imagem de seus nobres parentes.

5 – HOLANDA

Riphagen > Jeroen van Koningsbrugge atua como o holandês que trabalhava para o serviço secreto alemão dedurando judeus escondidos em Amsterdã. Mas ele fazia jogo duplo: deixava de entregá-los à polícia em troca de “guardar” joias e dinheiro. Além da complexidade do personagem, o filme expõe um aspecto interessante sobre a situação da Holanda após a rendição dos nazistas, em 1944.

6 – REPÚBLICA CHECA 

Lída Baarová > Atriz famosa na Checoslováquia da década de 30, Lída Baarová se mudou para Berlim a fim de fazer carreira no cinema alemão. Caiu nas graças de Hitler e virou amante de Joseph Goebbels, o ministro da Propaganda nazista, que era casado e pai de família. A trajetória de Lída, então, foi da glória à desgraça em poucos anos.

7 – ESTADOS UNIDOS 

Lost Girls — Os Crimes de Long Island > Durante alguns meses de 2010, Mari Gilbert empreendeu uma busca desesperadora. Sua primogênita, Shannan, desapareceu após ter tido um encontro num condomínio fechado nas cercanias de Long Island. A jovem ganhava dinheiro como “profissional do sexo”, mas Mari relevou o passado da filha e enfrentou com unhas e dentes a polícia para que o caso fosse solucionado. 

Sem Dor, Sem Ganho > Tudo começa numa academia de Miami, onde o personal trainer Daniel Lugo (Mark Wahlberg) dá duro. De tanto escutar a ladainha de um cliente (Tony Shalhoub) que venceu na vida, Lugo bola um plano de principiante: sequestrar esse empresário. 

Garota Exemplar > Ben Affleck interpreta o marido de uma mulher que, misteriosamente, desaparece.

Joias Brutas > Adam Sandler, fora das comédias, se sai muito bem como um joalheiro que, endividado, só arruma mais problemas quando decide emprestar uma opala caríssima para um famoso jogador de basquete.

Seven – Os Sete Crimes Capitais > Causou sensação na década de 90 esse thriller estupendo com Brad Pitt em plena forma. Ele interpreta um policial novato que, ao lado de um veterano (Morgan Freeman), busca um serial killer, que mata seguindo os sete pecados capitais.

La La Land > Em um dos mais encantadores musicais da história, um pianista de jazz (Ryan Gosling) conhece uma aspirante a atriz, interpretada por Emma Stone. A relação corre entre altos e baixos tendo várias referências a filmes emblemáticos.

8 – INGLATERRA

O Rei > Henrique V (Timothée Chalamet) é coroado rei após a morte de seu pai e, mesmo sem experiência, obrigado a comandar a Inglaterra. Aos poucos, consegue amadurecer. 

Diga Quem Sou > Em 1982, Alex Lewis sofreu um acidente de moto aos 18 anos. Ficou três meses em coma e, ao se recuperar, não se lembrava de nada. Perdeu a memória e, com a ajuda de seu irmão gêmeo, foi entendendo quem era e sabendo detalhes de seu passado.  O documentário reconstitui as lembranças de forma hipnótica, desvendando um caso chocante, ocorrido numa família da classe média alta.

Evelyn > Orlando von Einsiedel é um dos diretores e também personagem do documentário Evelyn, que traz à tona uma terapia conjunta incomum. Ele e os familiares decidiram refazer trilhas na Escócia e na Inglaterra, por onde caminharam com Evelyn, o irmão que se matou treze anos atrás.

9 – POLÔNIA

Agnus Dei > Uma triste história real sobre um convento na Polônia que teve algumas de suas freiras estupradas por soldados russos durante a II Guerra.

10 – CAMBOJA

First They Killed My Father > Dirigido pela atriz Angelina Jolie, o drama enfoca a história de uma garota de 5 anos que é castigada pelo regime do Khmer Vermelho, no Camboja.

11 – NORUEGA

22 de Julho > O filme registra um caso real, ocorrido na Noruega. Nos primeiros momentos, mostra-se como um atirador chegou a uma ilha e matou vários adolescentes. Em seguida, mostra-se o julgamento do criminoso, que tem atitudes inesperadas.

12 – AUSTRÁLIA

Holding the Man > Inspirado em caso real, mostra a história de Tim e John, que se conheceram e se apaixonaram ainda adolescentes na escola. Embora eles tivessem desejos de futuro opostos, o romance foi duradouro.

Lion > Um garotinho indiano tem seu destino completamente modificado ao se perder do irmão mais velho numa estação de trem e, em seguida, ser adotado por um casal de australianos.

13 – IRLANDA

The Young Offenders > Na comédia, Alex Murphy e Chris Walley interpretam os amigos Conor e Jock, que vão percorrer 100 quilômetros de bicicleta para tentar resgatar um carregamento de cocaína do mar.

Handsome Devil > Ned (Fionn O’Shea) é obrigado pelo pai e pela madrasta a estudar num internato. Lá, é humilhado pelos valentões por ser gay, mas, aos poucos, ganha o apoio e a confiança de Conor (Nicholas Galitzine), seu colega de quarto, que é um dos craques do time de rúgbi.

14 – ITÁLIA

Na Própria Pele — O Caso Stefano Cucchi  > O personagem verídico que dá título ao filme ganha atuação fabulosa de Alessandro Borghi. Preso por porte de drogas, Stefano é espancado na delegacia por policiais. Condenado, é levado para um hospital devido aos ferimentos. É uma jornada triste e angustiante que, ao menos, resultou em algo positivo na Itália.

Nada Santo >  Riccardo Scamarcio interpreta um personagem real: Santo Russo, um calabrês que se mudou com a família para Milão e, entre os anos 70 e 80, se tornou um poderoso chefão no mundo do crime. Roubou, matou e foi traficante de heroína.

Lazzaro Felice > Saiu do Festival de Cannes 2018 com o prêmio de melhor roteiro. A diretora Alice Rohrwacher usa passado e presente para narrar a inusitada e não menos alegórica trajetória de Lazzaro (Adriano Tardiolo). Ele e sua grande família são tratados como escravos numa região rural italiana. A história, então, dá um grande salto no tempo, mas tendo o protagonista com a mesma aparência.

15 – ARGENTINA

No Fim do Túnel > Os personagens estão confinados em espaços pequenos: os quartos de uma antiga casa em Buenos Aires, o esconderijo de um grupo de ladrões e, por fim, um caminho subterrâneo para um banco. Preso a uma cadeira de rodas, Joaquín (Leonardo Sbaraglia) vê sua vida solitária mudar quando, numa noite de trabalho, escuta um ruído na parede e decide apurar o caso.

Minha Obra-Prima > A comédia dramática traz um registro afiado da amizade de dois personagens sem escrúpulos, Arturo (Guillermo Francella), galerista de Buenos Aires, e o pintor Renzo (Luis Brandoni). 

Meu Melhor Amigo > A descoberta do desejo homossexual é o tema do delicado drama argentino, ambientado na Patagônia. Na trama, o adolescente Lorenzo (Angelo Mutti Spinetta) tem seu cotidiano modificado quando seus pais acolhem em casa Caíto (Lautaro Rodríguez), um jovem que é filho de amigos de Buenos Aires.

Morte em Buenos Aires > Baseado em caso real, ocorrido dos anos 80, o policial argentino traz à tona uma investigação sobre um senhor que tinha relacionamentos com outros homens. Um inspetor (Demián Bichir) lidera a investigação e conta com a ajuda de um insistente e corojoso jovem policial para encontrar o criminoso. O desfecho surpreende.

O Cidadão Ilustre > Vencedor do Prêmio Nobel de Literatura, Daniel Mantovani (Oscar Martínez) mora na Espanha, mas volta à cidade natal, no interior da Argentina, para receber um prêmio. Só não imaginava o rumo caótico e patético que seu retorno iria causar em sua vida.

16 – ÍNDIA

Quatro Histórias de Desejo > Mostra um avanço nas produções indianas ao enfocar o comportamento sexual pelo ponto de vista das mulheres. No primeiro capítulo, uma professora mantém uma relação escorada no ciúme com seu jovem aluno. A seguir, uma empregada doméstica transa com o patrão, mas os pais querem arranjar uma noiva para o filho. O derradeiro conto foca o dilema de uma moça que, sem atingir o orgasmo com o marido, recorre a vibradores.

Continua após a publicidade

Loev > No raro filme gay indiano, dois ex-namorados se reencontram para passar um fim de semana juntos. Jai mudou para Nova York e virou um empresário de sucesso enquanto Sahil ficou em Mumbai numa precária situação financeira.

17 – BÉLGICA 

Girl > O ator Victor Polster está espetacular no papel de Lara, jovem em processo de mudança de sexo que trocou de cidade e foi aceita, tardiamente, numa escola de balé. Mesmo apoiada pelo pai, Lara passa por constrangimentos e tem sua intimidade muito bem desvendada no roteiro do diretor belga Lukas Dhont.

18 – MALAWI

O Menino que Descobriu o Vento > Edificante história real: a do menino do Malawi que precisou deixar a escola, mas ajudou sua aldeia e sua família a sair da miséria ao estudar o funcionamento da energia eólica. O desfecho comove.

19 – BRASIL 

Fala Comigo > Após salvar uma mulher madura do suicídio, um adolescente acaba se apaixonando por ela. Além da diferença de idades, ela acabou de se separar do marido e é paciente da mãe dele.

Jonas > Não confundir com o filme francês de mesmo nome. Jesuíta Barbosa interpreta um jovem traficante de São Paulo que, sem querer, acaba se envolvendo no sequestro de uma patricinha.

Aquarius > Sonia Braga é a jornalista Clara, a última moradora do antigo prédio recifense que dá nome ao filme. Pressionada por uma construtora a vender o imóvel, ela recusa a proposta e compra uma guerra.

Paraíso Perdido > Erasmo Carlos interpreta José, viúvo e dono do night club Paraíso Perdido, onde preconceitos ficam do lado de fora. Trata-se de um lugar idílico para deixar aflorar paixões, como a da transformista Imã (Jaloo), neta de José e apaixonada por um professor de inglês (Humberto Carrão). Há ainda o drama dos filhos do patriarca: Ângelo (Julio Andrade), cantor que perdeu a mulher amada, e Eva (Hermila Guedes), presa por assassinato. 

O Silêncio do Céu > O diretor brasileiro Marco Dutra filmou no Uruguai e na língua espanhola um drama de suspense estrelado por Leonardo Sbaraglia e Carolina Dieckmann. Ele é o marido que vê a esposa sendo estuprada e nada faz para impedir.

Hoje Eu Quero Voltar Sozinho > A paixão toma conta do coração de um adolescente cego, que ficou encantado por seu novo colega de escola.

20 – TURQUIA

Milagre na Cela 7 > Embora tendencioso e manipulador das emoções, o filme tem inegável apelo junto ao público e anda comovendo as pessoas com a história de um Memo (Aras Bulut Iynemli), um camponês com atraso mental, que tem uma afinidade ímpar com sua pequena filha (Nisa Sofiya Aksongur). Ao ser acusado de assassinar uma garota, filha de um poderoso militar, Memo vai parar na cadeia.

21 – ARÁBIA SAUDITA

Janelas no Deserto > É uma série com curtas-metragens que traz humor irônico e críticas ao próprio sistema fechado do país. O primeiro episódio narra a trajetória de um vendedor que, prestes a ficar cego, decide rodar o planeta com o melhor amigo. No terceiro conto, sobreviventes de um acidente aéreo caem numa espécie de fenda do tempo e têm reações como se estivessem na década de 70.

22 – INDONÉSIA

A Noite Nos Persegue > Um dos mais irresistíveis, divertidos e palpitantes filmes de artes marciais. Os atores Joe Taslim e Iko Uwais interpretam amigos do passado que se tornaram­ rivais em gangues de traficantes distintas. É preciso gostar do gênero para embarcar na deliciosa brincadeira do realizador, que, no quesito pancadaria, faz Tarantino parecer peixe pequeno.

23 – VIETNà

Fúria Feminina > Van Veronica Ngo é uma cobradora de dívidas. O povoado rural onde ela mora com a pequena filha a despreza, sobretudo por ser mãe solteira. E a situação se complica quando sua menina é sequestrada.

24 – URUGUAI 

Uma Noite de 12 Anos > O drama biográfico registra o período em que Pepe Mujica, presidente do Uruguai entre 2010 e 2015, foi preso pelos militares durante a ditadura em seu país, a partir de 1973. Chino Darín interpreta Rosencof, amigo de Mujica, também capturado e levado para prisões obscuras.

Whisky > Jacobo (Andres Pazos) tem 60 anos, vive sozinho e toca uma pequena fábrica de meias em Montevidéu. Marta (Mirella Pascual) é seu braço direito. Até que um dia, Herman (Jorge Bolani), irmão de Jacobo, avisa que irá visá-lo.

25 – CHILE

A Memória da Água > Após a morte do filho, um casal vai passar por transformações emocionais.

26 – ISLÂNDIA 

O Assassino de Valhalla > A série policial é ambientada na capital, Reykjavik, palco de crimes. A primeira morte de um senhor ocorre na saída de um bar. A seguir, um empresário é assassinado em sua própria casa. Líder na investigação, Kata (Nína Dögg Filippusdóttir) terá a companhia de Arnar (Björn Thors), um colega que chega de Oslo para acompanhar o caso.

27 – JAPÃO

Assunto de Família > Vencedor da Palma de Ouro no Festival de Cannes 2018, o belo drama japonês aborda o relacionamento de uma família atípica.

28 – COREIA DO SUL 

O Hospedeiro > O grande diretor coreano Bong Joon-ho, que ganhou a Palma de Ouro neste ano por Parasita, renova o gênero terror sobre uma criatura monstruosa que anda apavorando a cidade de Seul.

29 – RÚSSIA 

A Noiva > No terror, a jovem Nastya (Victoria Agalakova) viaja até a terra de seu namorado para conhecer a família dele. Lá, percebe que os parentes fazem estranhos rituais durante a cerimônia de casamento. 

30 – EGITO

The Cell > Militar tenta encontrar um terrorista que matou seu melhor amigo num atentado.

31 – COLÔMBIA

Louco por Ela > Na comédia romântica, um publicitário se encanta pela prima de uma colega, mas terá de enfrentar a família dela para conseguir um compromisso sério.

32 – CANADÁ

Scott Pilgrim contra o Mundo >  Scott (Michael Cera) tem de enfrentar sete ex-namorados de Ramona Flowers (Mary Elizabeth Winstead) para ser seu par romântico, como se fosse uma partida de videogame.

Assine a Vejinha a partir de 6,90.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Continua após a publicidade

Publicidade